Olival fez aqui uma explicação boa de como o CENIN está subordinado a
muitos e como isto - já por minha conta e risco - atrapalha ao CENIN
de se viabilizar melhor, etc, etc
Gostaria eu de ver o CENIN - diretamente subordinado - à DG (Diretoria
Geral) como é o Prodasen no Senado e com o mesmo status ou até maior,
se tornando uma ampla diretoria de tecnologia, já que as convergências
estão ai fortes e firmes.
O CENIN é muito bom mesmo, faz muito alem das suas possibilidades
normais por esforço próprio, e é neste caso, q acho que o CENIN acabou
tendo papel de muita monta, porque ao se fazer oportunidade com a
questão da não compra - o alarido todo feito,de não se curvar às
compras M$ que outros da Câmara queriam fazer, e arrumar alternativas
preciosas, avançar em trabalhos de enorme importância como do PADRÃO
de formatos de documentos digitais, entre outros.
Com a oportunidade de interagir com o CENIN em torno da compra ou não
de M$, pude conhecer melhor ao CENIN e passar a ser ainda mais sua fã
e de seu quadro funcional.
Não consigo ver como sendo uma boa o CENIN ter de passar pela gerência
da Diretoria Administrativa, esta acaba atrapalhando muito.
Esta mesa da Câmara, com algumas excessóes, está de lascar  o cano.
Alem de ter sido eleita junto com Severino Cavalcanti, não todos numa
mesma chapa, mas como avulsos, têm casos de deputados dela mensaleiros
e sanguessugas.Uma mesa assim atrapalha demasiado.
Como disse, este assunto gostaria de tratá-lo em outra ocasião devido
a tantas intervenientes, variáveis, etc que tem e requer texto e
análise muitíssimo cuidadosa e bem escrita.
O quadro funcional de carreira concursados da Câmara ou do Senado, dum
modo geral, é de alto nível e em todos os sentidos, e hoje, sofrem
muito com o que por lá vêm acontecendo.
Deixar bastante claro, se não o fiz antes, viu Olival, o CENIN, sem
dúvidas, é uma ilha de excelência e dignidade.Se dependesse somente
dele, vários avanços e adoções na prática já teriam ocorrido, e muitas
coisas não teriam sido feitas, e o SL, estaria mais adiantado por lá.
Esta história, nas sua entranhas e quase finalmentes, da não compra M$
pela Câmara e suas boas decorrências pois as teve, merece ser contada
com profundidade um dia, qd se puder abrir as informações sem causar
perdas e danos para ações favoráveis ao SL.Este é o meu ponto de vista
particular
Por agora, acredito ser ainda está muito sensível tudo, exatamente,
por conta de alguns que teimam em estragar um trabalho tão profícuo
como o que o CENIN aproveitou bem pra fazer.
Como não é só Aldo Rebelo que manda na casa.....como bem falou Olival aqui...
fico preocupada em contar, neste momento, muito do que sei e percebo
Deixa vir mais coisas à tona e certas movimentações ocorrerem, como
saída de líderes e outros, ai...
Líderes que bancam alguns dirigentes fóra do CENIN ou da Diretoria
Geral, entre outros, etc.
Vamos ter um novo quadro em breve, não tão breve, mas....
É isto ai.
Daria eu, se fosse manda chuvas na Câmara, status de Secretaria de
Tecnologia (não apenas de TI por levar em conta as convergências) ao
CENIN, a qual fiicaria ligada a DG, qual o Prodasen no Senado que é
uma Secretaria está ligada a DG de lá, que neste momento,o Diretor
Geral está passando por dificuldades de permanência no cargo por conta
de licitações, segundo se diz naquela casa
Vamos ver se é vero.Na Câmara, o DG, goza de muita
autoridade/respeitabilidade e foi objeto de campanhas por parte de
sanguessuga e congêneres para tirá-lo do cargo não tendo tido êxitos
até o presente, agora é que não consiguirão mais tirá-lo já que tem
fama de competente e sério.
Abs,
Ada

On 8/13/06, Olival Gomes Barboza Junior <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

Em 13/08/2006, às 15:37, Ada Lemos escreveu:

> Feliz resto de dias dos pais pra vc Olival

Tnxs!

> específicos nesta história de sustar as compras M$ pelo CENIN, onde
> Olival trabalha.Mas, esta é uma conversa pra depois, num outro momento

Só um esclarecimento: do jeito q foi colocado, dá a impressão de q o
Cenin é um órgão super-poderoso e independente da Câmara (como o
Prodasen é - em vários níveis - do Senado), com poder para decidir e
tocar compras da maneira que desejar. Na verdade, o Cenin é um
departamento que fica sob a Diretoria Administrativa, a qual fica
subordinada à Diretoria-Geral, a qual se subordina à Mesa Diretora da
Câmara (e, mais especificamente, à Primeira-Secretaria, esta
presidida por um deputado). O q é decidido no Cenin, em termos de
compra, tem de passar pelo crivo de inúmeros outros departamentos e,
no final das contas, a autorização definitiva sai dos escalões mais
elevados. Da mesma forma, a demanda por softwares de prateleira vem
da própria Casa, não das entranhas do Cenin.

Assim, a compra de MS Office é da Câmara *mesmo*, não "apenas" do
Cenin, onde hj eu trabalho na infra-estrutura dando suporte ao
cluster squid/zope/plone sobre gnu/linux.

[ ]s,

OJr._______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a