Regina Motta me pareceu muito consciente dos trabalhos para com a
sociedade, conforme vc diz Dennis.Ela foi da PUC Minas onde a conheci
muitos e muitos anos atrás.
Levei um susto enorme com ela no plenário da Câmara qd lá falou e se
dirigiu aos radiodifusores de uma forma bastante corajosa, diretíssima
e num tom muito forte.
O dia aprazado foi qd estava, sem saber, com a pressão altíssima e com
dores de cabeça violenta em decorrência.Enfim, eu estava péssima e
pior fiquei porque não soube conversar com ela, após sua
intervenção.Ela não foi nada política ou diplomática numa casa que
exige um determinado ritual. Fiquei apreensiva com a possibilidade dos
radiodifusores reagirem à ela, atrapalhando ao seu trabalho, afinal
estes mesmos radiodifusores ganhariam, mais tarde um pouco, a batalha
pela TV Digital com forte sotaque japonês.E o ministro que os
representa continua na pasta, cujos Sr Bechara é o seu chefe da
Conjur.
Não sou contra a franqueza, pelo contrário, mas achei desnecessário a
sua braveza naquele momento como foi e fez
Fiquei preocupadíssima com Regina Motta da UFMG e seu trabalho.Espero
que ela esteje bem e que eu tenha errado na minha avaliação.A sua
fala, para mim, teve tom de quem estava em """petit comitée"" e não no
Plenário da Câmara, tendo uma musculatura de poder decisório muito
grande que ela não tem.
Têm muitos trabalhos maravilhosos e multidisciplinares na UFMG, o dela é um.
Gostaria de conhecer mais os dela.
Abs,
Ada.

On 8/13/06, Dennis <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
É para você ver Fabianne,

Na última Infocom/Inforuso/MG em Belo Horizonte, tivemos algumas
palestras onde podemos ver claramente posicionamentos:
governamental, através de seu representante Marcelo Bechara,
institucional/corporativista, através do Sr. Carlos Zanatta jornalista
da Revista Tela Viva, e acadêmica através da Professora Regina Motta
UFMG.

De todos os palestrantes, pode sentir preocupações com o modelo
e enfoque direcionado a sociedade somente pela Professora Regina. Também
uma raridade, tendo em vista que nossos acadêmicos, ainda mais da área
de exatas raramente possuem percepções sociais além fronteira/muros
universitários. Parabéns a esta Professora. Achei mais info sobre o
tema em em http://www.tvlivre.org/node/18.

A Sociedade Civil está precisando se mobilizar mais ainda para defender
os seus direitos como cidadão.

O coisa mais interessante em nosso país é ter que pagar TV por
assinatura para ter acesso a uma TV comunitária, e as demais TVs
públicas, brincadeira!


Sds,
--
Dennis S. Faria

Comunicadores On-line
Jabber: [EMAIL PROTECTED]
ICQ: 2687838

Visitem!

http://www.greenpeace.org.br; http://www.softwarelivre.org
--------------------------------------
pal
Em Fri, 11 Aug 2006 04:25:37 -0300
"Fabianne Balvedi" <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:

> Que beleza, governo quer gastar dinheiro com incentivo pra
> TVs COMERCIAIS poderem repassar seus conteúdos cancerígenos
> e PIOR:  pra comprarem equipamentos de GRINGOS ao invés de
> montar uma fábrica no Brasil e gerar emprego!
>
>
> ---------- Forwarded message ----------
> From: Thiago Novaes <[EMAIL PROTECTED]>
> Date: Aug 10, 2006 11:52 PM
> Subject: [submidialogia] os transmissores de baixa potência
> To: submidialogia conferência <[EMAIL PROTECTED]>
>
> ____________
>
> Gazeta Mercantil - SP
> 10/08/2006 - 06:01
>
> Comunicação
> TV digital
>
> Brasil precisará aproximadamente de 20 mil transmissores para cobrir
> todo o território nacional
>
> Da Redação
> O ministro das Comunicações, Hélio Costa, defendeu ontem que as
> empresas que queiram investir na implantação do Sistema Brasileiro de
> Televisão Digital (SBTVD) recebam incentivos fiscais para compra de
> equipamentos, principalmente os que não são fabricados no País.
>
> De acordo com ministro, o Brasil precisará aproximadamente de 20 mil
> transmissores para cobrir todo o território nacional. "Já produzimos
> os transmissores de baixa potência, mas os transmissores de alta
> potência precisarão ser importados", informou Costa. Segundo ele, já
> existem negociações entre os Ministérios da Fazenda e do
> Desenvolvimento, Industria e Comércio Exterior (MDIC) para a criação
> de incentivos. "Mas até o momento o ministro da Fazenda, Guido
> Mantega, não deu nenhuma posição definitiva sobre o assunto", disse
> Costa.
>
>


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a