On 8/29/06, Rafael Evangelista <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

Uma hora ninguém liga pra privacidade: o Google tem seus dados? ah, vc é
um paranóico, devia ter lido o contrato de entrada, é um robô que só usa
para publicidade...

Na outra a privacidade deveria ser nossa grande luta: o MP que
investigue tudo sozinho, são uns preguiçosos; os dados estão nos EUA,
vale a lei de lá...

Por que é que as pessoas confiam mais nas corporações do que nos
próprios governos (elegeram democraticamente, por sinal)?


Acho q a questão aqui é q vc cedeu ao Google voluntariamente o direito de "checar" seus e-mails confiando q isso seria feito apenas por rôbos, sem intervenção humana. Já nos diversos casos em q o Governo busca acesso a uma informação, vc quase sempre sabe q isso é feito sob um pretexto no mínimo questionável e em momento algum vc esperava q essa informação fosse acessada por ele.

Já basta ter de agir como agente compulsório da Receita Federal ao ter de "dedurar" todo mundo com quem eu mantenha alguma relação comercial q possa implicar em recolhimento de  imposto (vide a obrigatoriedade de  declarar para quem eu pago o aluguel do imóvel onde habito hj, por exemplo), sem saber o q está sendo feito com praticamente 1/3 do meu salário q é descontado direto no contracheque sob as mais diversas rubricas.

Além disso, se um Google pisa na bola com o sigilo das informações, amanhã o modelo de negócio dele pode furar, a avaliação do mercado faz as ações dele despencarem, e a empresa pode ir pro buraco.

Já se um Senador (ou vários) democraticamente eleitos violam o sigilo do Painel do Senado, por exemplo, eles renunciam aos mandatos e simplesmente voltam na eleição seguinte. Vide o caso do ACM (e ainda temos de engolir ele e o neto posando de guardiães da moralidade no serviço público) e do Arruda, provável futuro governador do DF. Assim, ser "democraticamente eleito" está beeem longe de ser atestado de confiabilidade, qdo não chega a depor contra... ;-)

Alguém tem acompanhado como o Google tem manipulado os comunicados à
imprensa internacional, fazendo parecer que o governo brasileiro está
tentando violar a privacidade de seus cidadãos? Como se a requisição
viesse do executivo e não da Justiça?

Se há "culpa" aí ela está na mediocridade reinante na imprensa nacional e internacional, com pseudo-repórteres incapazes de ao menos checar informações antes de publicá-las. É só lembrar a estória do churrasco onde teria sido anunciado o apoio das FARC ao PT, os dólares de Cuba via uísque, etc e tal. Em todos estes casos, a dita imprensa não apresentou uma prova sequer além do disse-q-me-disse de alguns e, qdo instada a apresentar provas, disse q a denúncia estava feita e q era obrigação do Ministério Público investigar. No âmbito internacional, o apoio da mídia norte-americana à Guerra do Golfo, sem questionamentos às famosas armas de destruição em massa inexistentes e a outros furos do governo Bush, foram exemplares em termos de parcialidade comprometida. Q saudades dos trabalhos sérios de investigação jornalística da época do Watergate... :-/

No mais, acho q o gde equívoco foi do Dennis mesmo, q além de não ler os termos do serviço em q estava entrando, deve ter comido mosca em termos de atualização junto aos meios de comunicação e tal (sites, blogs, podcasts, imprensa tradicional, televisão, etc) pois a questão da privacidade do GMail foi *amplamente* debatida por todos os lados na época do seu lançamento.


[ ]s,

OJr.
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a