Exceto que, para eles, nos EUA, falar sobre racismo ou se declarar racista, não é um crime, é uma opinião. Surrar uma pessoa porque ela é de outra cor, mais gorda, mais magra ou fala com sotaque é um crime aqui como lá. Com esses, até onde eu sei, o Google tem colaborado sempre que o MP pede para a empresa certa.

Para quem defende a liberdade, é o fim da picada que existam leis segundo as quais alguém pode ir preso porque expressou uma opinião impopular (ou popular, mas politicamente incorreta) em público. Isso remete a outras caçadas às bruxas (literais e metafóricas).


Vamos fazer um teste: Quantos da lista fumam maconha regularmente? Quantos destes estão dispostos a dizer abertamente que fumam?

Se permitirmos que seja possível criar uma linha entre o que podemos pensar e falar e o que não devemos pensar e não podemos falar, quem nos garante que outras linhas não serão traçadas?

Não tenho qualquer simpatia por racismo, mas tornar ilegal a manifestação de uma opinião dificilmente muda a idéia do seu dono. Em vez de atacar o equívoco, estamos atacando o equivocado.

Marcelo D'Elia Branco wrote:
Neste caso, o Google deveria fazer TUDO que estiver a seu alcance para
ajudar a justiça a encontrar, prender e julgar os criminosos.

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a