Mais uma entrevista com a colega PPP:

http://conjur.estadao.com.br/static/text/47974,1

A parte dos comentários está bem divertida.

[]s


----- Original Message ----- From: "Ricardo L. A. Banffy" <[EMAIL PROTECTED]>
To: "Projeto Software Livre BRASIL" <psl-brasil@listas.softwarelivre.org>
Sent: Saturday, September 09, 2006 9:10 PM
Subject: Re: [PSL-Brasil] Mais uma sobre crime na ou da INTERNET(Parte UM)


O número de pessoas que programam para Atari (suponho que seja o 2600) é
bem pequeno. Sempre foi, aliás, porque era uma coisa fechada. O 2600 foi
introduzido em 1977. Eu tive um. Atari 400 e 800, computadores de
verdade, foram lançados em 1979.

Em 1989 tínhamos os Atari ST (o 520 foi apresentado em 1985). É possível
que ela tenha feito alguns joguinhos para ele, mas, até onde eu me
lembro, programar um ST não era trivial - ao menos não como alguns dos
computadores da época que bootavam pra dentro de um interpretador BASIC.

Em outras palavras eu acho razoável supor que o jornalista tenha
colocado palavras na boca da moça, ou que ela mentiu para ganhar alguma
credibilidade extra como "ex-programadora". Pode ser que ela tenha
digitado algum jogo que veio em uma revista da época.


Omar Kaminski wrote:
O que foi levantado em outra lista: se a colega tem 30 anos e
"programava joguinhos de Atari desde os 13", isso foi em 1989.

Srs. programadores e/ou aficcionados em videogames, isso é razoável,
possível? :)

[]s


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a