On 9/13/06, Olival Gomes Barboza Júnior <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

Sem dúvida que sim!
No entanto, o problema é que a maioria das pessoas envolvidas já morreram.

Então, se o Bill Gates e o Steve Ballmer se aposentarem e a empresa abraçar (sem extender) o Software Livre, tá tudo bem? ;-)

Claro que não - não foram só eles. Veja os documentos Halloween, por exemplo. Muita gente envolvida. Até mesmo o fato de entrar para a empresa sabendo que pode contribuir para coisas moralmente duvidáveis - e aceitar isso passivamente quando for incumbido de tal tarefa - é eticamente questionável. Cada caso é um caso - certamente que o estagiário aprendendo ASP que não soube da história da Microsoft não terá culpa (ou pelo menos tanta culpa) quanto um alto executivo que inventa as ações imorais a cometer.
Mas o que elas fizeram foi, sem sombra de dúvida, algo moralmente nefasto. Você tem dúvidas? Tem dúvidas também de que o "justo" seria eles terem a retribuição pelo que fizeram?
Bom, toda vez em q se fala de SL aqui muitos invocam os mais altos princípios de ética e deitam falação sobre como SL tem a ver com princípios éticos, quase em oposição aos princípios "meramente" técnicos ou econômicos q parecem nortearem a galera "open source". Se é "justo" q eles (IBM e Ford, já "antropomorfizando" as empresas) tenham retribuição pelos crimes "moralmente nefastos" cometidos anteriormente (e aqui não se trata de usar lock-in para obter lucros extorsivos, mas de contribuir para um regime genocida!) e se tbém é verdade q o movimento SL prima pela ética, então não é contraditório associar o SL com empresas como a IBM pela simples conveniência do movimento (e da empresa, já q ainda não vi nenhum DB2 livre ou WebSphere livre)?

Você confundiu a contribuição ao genocídio com fazer software proprietário. Sim, eu acho que todos os envolvidos (sobrou algum?) que não morreram devem ser castigados. Acho que se a companhia demonstrasse manter em sua política algum mínimo vestígio do que fez naquela época, deveria ser penalizada institucionalmente.

Mas eu acho que não demonstra, e portanto no presente está livre de "castigos" por isso.

Sobre fazer software proprietário, entramos em outra questão. Para mim, disseminar e fazer software livre é uma "redenção" por fazer software proprietário; e mesmo fazer software proprietário não é assim, oh, um grande pecado. Então nào tem galho. Ela contribui, e contribui positivamente.

No entanto, a IBM tem muitas facetas, muitos departamentos, muitas caras. Eu acho anti-ético certas coisas que ela faz para favorecer DRM e patentes de software; por outro lado, ela faz coisas "éticas" também como liberar patentes para o código aberto. No fim do dia, as coisas, no mínimo, se equilibram, e eu tenho orgulho de trabalhar lá por isso.

No caso da Ford, não a conheço suficientemente bem para afirmar. Não sei se ela pratica jogo sujo hoje.

Vamos mais adiante: é ético (do pto de vista do SL) contribuir para empresas q produzem software proprietário? Mais ainda: é ético contribuir/trabalhar com

Não tenho uma postura que seja necessariamente anti-ético. Lembremos de Stallman que o principal problema do software proprietário é tornar segredo ou incompartilhável algo que deveria ser patrimônio público. Quanto mais a empresa se aproximar disso (por exemplo, uma que patenteia seus softwares, usa DRM adoidada, usa jogos sujos de mercado para conquistar clientes e/ou dinheiro), mais anti-ética ela é. Se ela se distancia - por exemplo, é uma empresa pequena com softwares commodities ou ao mesmo tempo que faz software proprietário contribui com código livre (como a Linspire), mais ética ela é. É um continuum, não um preto-e-branco. 

empresas q colaboram com regimes ditatoriais para limitar a liberdade de acesso a informação de seus cidadão oprimidos? O q vc acha?

Isso sim é horrível. Qual empresa faz isso?
Por outro lado, algumas vezes a melhor ação a fazer pode não ser boicotar, ou porque seu boicote individual vai adiantar muito pouco ou porque os serviços prestados por ela são essenciais demais a você. Mas ainda há o que pode ser feito em represália ou resistência. Por exemplo, se você está ainda preso pelas aplicações ao Windows, procure testar seus programas no Wine, ou testar algumas alternativas livres que conheça de vez em quando. Se você vai comprar um tênis, evite comprar um Nike por causa do trabalho infantil que eles usam, compre uma marca genérica - não pode ser tão pior assim!

É tudo uma questão de equilíbrio. E de continuidade. Ética é algo bastante complicado e não de todo intuitivo.

[]s,

Patola
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a