Valeu Edgard;
Vamos Nessa!!    base parlamentar de apoio a politica nacional unificada de inclusão digital com software livre é a luta de todos nós.

Edgard Piccino <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
Jesulino,

Muito lúcida sua mensagem. Concordo plenamente com as suas colocações. Temos que identificar os candidatos que apoiam o software livre, independente dos partidos, e é justo que troquemos informações sobre estas candidaturas. Isso não é partidarizar nada, mas é politizar o debate no melhor sentido. Precisamos de apoio parlamentar, e eleger deputados que apoiam a nossa causa só pode ser positivo para o software livre e para a inclusão digital.

Por este motivo sou contra a censura a este tipo de discussão, e considero salutar que ela exista. Partidarizar não, politizar sim!

Abraços

Edgard

On 9/28/06, Telecentros inclusão digital <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
Prezados amigos;

Venho acompanhando esta lista há algum tempo e as vezes procuro expressar minha opinião, quando o assunto não é tão técnico, pois não sou técnico.   Mas defendo o uso e o crescimento do Software livre como estratégia econômica e tecnológica para o Brasil, porque temos a liberdade de criar produtos a partir do acesso aos códigos e fortalecer além do emprego em tecnologia a balança comercial do Brasil.
Inclusive eu uso o Ubuntu aqui na minha casa, antes usava Curumin e assim por diante.   E a rede de telecentros que eu trabalho usa Sacix, Customização Debian.
O resultado é satisfatório, e os beneficios destas opções não é necessário dizer para vocês.  Todos já sabem.   Mas mesmo sabendo, é bom sempre parar para refletir as vantagens das decisões tomadas.

Pois bem!  Acho que é desejo de todos que a comunidade e a rede livre cresça e se multiplique e que traga resultados para as pessoas, as empresas, os jovens estudantes e estudiosos de tecnologias, e em consequência  para o desenvolvimento do Brasil.   Mas quando surge uma nova atividade de interesse público, social e econômico e isto é considerado estratégico e bom para o país, é preciso regulamentação.       Justamente porque não devemos esperar que o mercado regule tudo. isto é idéia neoliberal que provou que não dá certo.  Quando  optamos por igualdade de condições e de oportunidades, estas devem ser para todos, e os mais fracos precisam ser incentivados e apoiados para que a competição seja justa.     Toda vez que não agiram assim o resultado foi o mercado sendo absorvido por um pequeno grupo e os pequenos e menos afortunados, ou ficaram sem nada ou foram engolidos pelos grandes tubarões.

Então diante de todos os fatos e ocorrências e da evolução e regulamentação do software, dos serviços, das aplicações, das capacitações, enfim de todas as definições do padrão de desenvolvimento, acredito que precisamos de uma Política Nacional de Software livre.  

Quando  reivindicamos  e articulamos uma política publica, precisamos mobilizar o congresso nacional, as Assembléias Legislativas  as camaras de Vereadores para que isto se institucionalize, e assim tenha as garantias mínimas de operacionalidade independentes de quem assuma o poder.
Se é assim, então acho que precisamos identificar nestas eleições quem defende estas causas, independente de que partido for.  

Como o  Paulo Teixeira vem a algum tempo defendendo as plataformas livres, apoiou  estruturalmente a implantação da rede de telecentros junto a prefeitura de São Paulo, juntamente com o deputado estadual Simão Pedro e por ser duas pessoas muito dignas e éticas, acho nobre e saudável que o João Cassino  venha apresentar para todos de Sâo paulo esta boa opção para a Câmara Federal e Assembléia.     Acho que vamos precisar muito deles e de outros mais que tenham um comprometimento para nossa causa defendendo uma política nacional para o software livre e o seu uso e produção em todas as administrações públicas em todos os níveis.
Portanto devemos deixar  o orgulho, o preconceito e as vaidades de lado, respeitar as opiniões e divergências e procurar buscar um consenso, um ponto de equilibrio.    E eu Acho que uma ampla política de uso e produção de software livre no Brasil só pode ser consenso.   mais uma vez eu repito;  Precisamos de um apoio parlamentar para isso.

Devemos analisar  a política a partir dos textos de Bertold Brech. E não ficar arrancando os cabelos quando alguém aponta ou sugere uma opção Politica,  como fez muito bem o Cassino.   A política é necessária, os políticos são necessários.   Mas diante da degradação moral de muitos políticos, principalmente os parlamentares,  acatamos  a idéia de que tudo  que vem da política não presta.  Esta idéia só ajuda os maus políticos, favorecidos pelo nossa atitude de virar as costas.     Acho  que não é bem assim.  há uma parte boa e por isso devemos curar nossas cegueiras para conseguirmos enxergar, avaliar, refletir e fazer uma boa escolha e depois ter a capacidade e inteligência de avaliar também o processo posterior  para tomarmos a próxima decisão.   


Esta foi a expressão da minha humilde opinião para contribuição ao debate travado nesta lista.

Paulo Teixeira será  uma das vozes importantes no congresso para uma lei federal de regulamentação da produção e uso de software livre de acordo com os interesses estratégicos do País. 

Jesulino Alves.
São paulo


Jesulino Alves
Telecentros Comunitários área 2 São Paulo
Implementador
(11)8271-6476 São Paulo-SP.

Todo Monopólio é nocivo a sociedade, por isso sou a favor do Software livre. Precisamos transformar a tecnologia a ciência e a inteligência em produtos,serviços e soluções para o desenvolvimento do Brasil e consequentemente geração de trabalho e renda, implantando polos regionais de desenvolvimento junto com capacitação técnica dos nossos jovens. Acho que isso só é possível com liberdade de criar,produzir e compartilhar conhecimento sem ter que remeter bilhões para enriquecer ainda mais o primeiro mundo. Aí começa a autonomia tecnológica e econômica do país com melhor distribuição de renda e acesso as tecnologias da comunicação,informação e produção de conteúdo.

(Jesulinux)Cidade Tiradentes - Zona Leste - São Paulo - Brasil

Novidade no Yahoo! Mail: receba alertas de novas mensagens no seu celular. Registre seu aparelho agora!

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil



Jesulino Alves
Telecentros Comunitários área 2 São Paulo
Implementador
(11)8271-6476 São Paulo-SP.

Todo Monopólio é nocivo a sociedade, por isso sou a favor do Software livre. Precisamos transformar a tecnologia a ciência e a inteligência em produtos,serviços e soluções para o desenvolvimento do Brasil e consequentemente geração de trabalho e renda, implantando polos regionais de desenvolvimento junto com capacitação técnica dos nossos jovens. Acho que isso só é possível com liberdade de criar,produzir e compartilhar conhecimento sem ter que remeter bilhões para enriquecer ainda mais o primeiro mundo. Aí começa a autonomia tecnológica e econômica do país com melhor distribuição de renda e acesso as tecnologias da comunicação,informação e produção de conteúdo.

(Jesulinux)Cidade Tiradentes - Zona Leste - São Paulo - Brasil


Novidade no Yahoo! Mail: receba alertas de novas mensagens no seu celular. Registre seu aparelho agora!
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a