Respeito o Professo Emir Sader e concordo com muito do que afirma em seu
texto. Talvez até tenha pensamentos mais duros em relação à pessoas como
senador Jorge Bornhausen, que causam-me verdadeira repulsa.

Mas não pude deixar de notar que o Professo Emir Sader acusou, acusou e
não provou que o <ironia>mui digníssimo</ironia> Sr. Senador da República
é racista, cometeu crime de racismo ou qualquer outro ato ilícito. Este
usufruiu um direito que qualquer cidadão possui: recorrer à justiça para
reparar algo que julgou danoso à sua pessoa ou imagem. É assim que
funcionam as coisas.

Aos olhos da lei e da justiça, não houve inversão de valores, e tãopouco
houve cerceamento do direito da livre expressão de idéias. É certo que
considero dura a pena de perda de seu cargo de professor da UERJ, visto
que certamente as declarações não foram intencionalmente feitas na
condição de professor daquela instituição e sim como colunista de um
veículo de comunicação.

Isso tudo é certamente fato lamentavel, mas creio que nenhum direito deve
ser usufruido, e nem deve ser considerado legítimo, sem que haja
responsabilidade em seu usufruto. É condição essencial para que não
ocorram abusos.




--- Everton Rodrigues <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:

> Pessoal!
> 
> Ou Movimentos Sociais se organizam e enfrentam esses ditadores ou
> vamos ter que conviver com essas rídiculas ações. Esse é um caso igual
> ao caso do Dirigente da Central de Movmentos Populares Gege:
> http://listas.softwarelivre.org/pipermail/fmj/2004-April/000054.html
> 
> Everton
> 
> 
> Caros,
> 
> O manifesto de solidariedade ao Emir ( texto ao final deste mail)
> ultrapassou todas as expectativas. temos mais de 5 mil assinaturas e o
> endereço eletrônico do hotmail daqui a pouco vai exceder o limite.
> conseguimos passar alguns nomes para a lista (que vai abaixo), mas pra
> dar conta disso teríamos de contratar alguém pra ficar o dia todo
> digitando o que não seria possivel. Temos adesões de nomes como eduardo
> galeano, istván mészáros, luiz fernando verissimo, tariq ali, michael
> lowy, miguel urbano rodrigues, samir amin, roberto schwarz, tom zé,
> fernando morais, paulo betti, paulo arantes, adauto novais, antonio
> grassi, aroeira, joão candido portinari, juca kfouri, augusto boal,
> françois houtart, leonardo boff, miriam limoeiro, silvio rodrigues,
> silvio tendler, fábio comparato, luis pinguelli rosa, frei betto,
> gabriel cohn, tom zé e muitos outros.
> 
> Criamos, pra dar sequência, uma petição on-line, na qual já inserimos
> alguns nomes, mas terá de ser conpletada, com inserção de assinaturas
> uma a uma. Tarefa pra várias pessoas, portanto. O que peço a vocês, que
> são os que têm colhido maior número de assinaturas, é que divulguem em
> suas listas o endereço da petição online:
> 
> http://www.petitiononline.com/emir/petition.html,
> 
> e mais: que ajudem a completar essa petição inserindo nela os nomes que
> nos enviaram para o hotmail e para os endereços do Emir ou o meu. Peçam
> aos que enviaram mail assinando o manifesto que entrem no site e
> reassinem. Abaixo vai a lista, até onde tínhamos conseguido cadastrar.
> 
> Abraços,
> 
> Ivana


Carlos B. Schwab

        Porto Alegre, RS

Email: [EMAIL PROTECTED]
Linux user #178140, since oct 1996.
"Que capacidade impiedosa essa minha de fingir ser normal o tempo todo!!" 
- Raul Seixas
"Quem come de tudo está sempre mastigando" 
- XSandro


                
_______________________________________________________ 
Novidade no Yahoo! Mail: receba alertas de novas mensagens no seu celular. 
Registre seu aparelho agora! 
http://br.mobile.yahoo.com/mailalertas/ 
 

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a