Em Ter, 2006-11-07 às 01:34 +0000, Nelson Ferraz escreveu:
> Como assim, os EUA "bloqueiam" a internet de Cuba?

Vários cabos de fibra optica passam a poucos km da Ilha e as operadoras
nao podem vender os serviços a Cuba por causa do bloqueio econômico.

>  O satélite que Cuba 
> utiliza foi colocado no espaço por Fidel?

Nao tenho essa informaçao, mas acho que nao. Pelo que sei, Cuba nao tem
satélite ainda...tem uma reserva de espaço mas nao tem grana para lançar
um sozinha...está buscando um país parceiro para fazer isso...vou me
informar e repasso pra ti.

> O texto diz: "De fato, apesar de que Cuba conta hoje com acesso a 
> Internet, esta 'autorização' para conectar-se a ela a deu, como se fosse 
> uma dádiva, o governo norte-americano em 1996, e não por boa vontade, 
> senão para explodir a web como uma via mais para promover a subversão 
> interna, o terrorismo e as pressões contra a Revolução."
> 
> "E não contente com isto, o governo norte-americano estimula, financia e 
> dirige o uso de Internet contra Cuba como um instrumento de 
> desestabilização, agressão e pressão. Para isso brindou aportes 
> monetários consideráveis para a criação e manutenção de uma série de 
> lugares web destinados a promover a subversão interna, ou difamar sobre 
> o que passa no país, numa vã tentativa de desprestigiar à Revolução 
> Cubana no ciberespaço."
> 
> Se a web é um perigo desses, por que eles querem mais???

o texto do autor cubano Amaury E. del Valle explica algo:

"Indubitavelmente, esta possibilidade de «descarregar» ou «subir»
informação desde ou para Internet possibilitou o desenvolvimento de
novas prestações como a televisão digital ou a transferência de
películas, e no mundo científico facilitou efetuar experimentos on line
e até transmitir operações ao vivo."

Creio que é isso que eles estao solicitando...mais banda na conexao
internacional para desenvolverem as possibilidades acima...

> Outra pergunta: se a comunicação é um valor tão precioso para a ditadura 
> de Fidel, por que ele não permite a liberdade de expressão dentro da 
> ilha? Por que controla o que as pessoas podem ler, escrever, ouvir e falar?

Talvez o "controle" aqui seja de uma forma e aí em Portugal seja um
"controle de outra forma"...e acho que tu estás exagerando em funçao das
informaçoes unilaterais que recebemos diariamente...compressível ...

é sempre bom ouvirmos os dois lados, nao? 

Entao, o meu objetivo em divulgar esse texto de um jovem cubano é dar
oportunidade de que as pessoas fora de Cuba escutem os argumentos do
"outro lado" vindo de membros da comunidade software livre de Cuba.

Como já falei em outras oportunidades aqui nesta lista, eu nao defendo o
modêlo cubano, mas sou contra a intrervençao externa e sou solidário a
luta pelo fim do bloqueio econômico que dura quase 50 anos.

> Onde estão os críticos ao regime?

a maioria fora da ilha...aqui dentro vivem 11 milhoes de cubanos. Claro
que existe descontentamentos e alguma oposiçao ao regime.
Mas te convido a passar umas férias de uma semana em Cuba, caminhar
pelas ruas e conversar com qualquer pessoa como estou fazendo e tirar as
tuas próprias conclusoes. Pelo que estou vendo aqui, quase todos os
cubanos se orgulham muito das opçoes que foram tomadas para resistir,
mesmo com sacrifícios, a uma intervençao estadosunidense. Conversar com
os alegres-cultos-politizados cubanos nas ruas é algo fantástico. Eles
sabem muito do Brasil, da Africa, da América-latina...sem dúvidas é um
povo culto.
Pobre, mas com uma cultura média superior a maioria dos países em
desenvolvimento.

> 
> Mas, o seu texto continua:
> 
> "A nação decidiu priorizar a conexão à rede de maneira organizada para 
> garantir um uso social da mesma" -- isso me parece um eufemismo para 
> justificar o controle e a censura.

Para mim nao. Se existe escassez, me parece justo priorizar:
"... ante esta realidade, a nação decidiu priorizar a conexão à rede de
maneira organizada para garantir um uso social da mesma, e que possa ser
utilizada adequadamente por médicos, cientistas, estudantes,
profissionais, personalidades da Cultura, empresas, centros de
investigação e muitos mais. Esta estratégia, reconhecida por organismos
internacionais como um modelo a seguir pelos países em
desenvolvimento,..."

o ideal é que eles nao tivessem escassez e pudessem liberar internet pra
todos. Lembre que lá as regras de mercado nao valem...

> "Numa violação crua e real, a Casa Branca impediu a importação direta de 
> computadores produzidos pelos maiores fabricantes mundiais destes 
> dispositivos, como Intel, Hewlett Packard, IBM ou Macquintosh. 

Isso é verdade...

> Inclusive, para obter uma delas, o país deve pagar até um 30 por cento 
> mais de seu valor real" 

comprados na Europa e Asia de empresas laranjas que n querem aparecer
para nao sofrerem represárias do embargo econômico...

> -- puxa... como são cruéis! É claro que, sem o 
> embargo, Cuba produziria computadores 50% mais baratos, e 10 vezes mais 
> rápidos do que aqueles do império capitalista...

Cuba produzir computadores? puxa vida, tu tens que conhecer a realidade
desta ilha cara...se nem o Brasil consegue produzir chips e
computadores...

> "A isto há que lhe agregar que o império norte-americano controla o 50 
> por cento dos satélites de comunicação e o 75 por cento da rede 
> Internet." -- seria melhor que tudo, 100%, estivesse sob controle de um 
> único ditador?...

tua achas isso? eu nao acho e nem o autor do texto acha melhor.

> Marcelo, por mais que Cuba tenha representado o sonho utópico de uma 
> geração, um dia é necessário despertar; você pode falar sobre as 
> maravilhas do regime socialista,

onde eu falei isso? tu estás tentando adivinhar meus pensamentos...

>  e atribuir todos os problemas ao 
> "império capitalista"... mas um dia é preciso amadurecer.

Eu NAO acho que TODOS os problemas de Cuba se devem ao império
capitalista. Nenhuma linha do que eu escrevi fala isso. Estou
reproduzindo um texto que fala do bloqueio econômico e suas
consequências. É disso que estou falando e eu sou contra o bloqueio
econômico a qualquer povo, de qualquer parte do mundo...independente das
opçoes políticas que resolveram fazer internamente...

> Se você realmente defende a liberdade, aproveite para dizer isso 
> enquanto está aí, com todas as letras -- e veja se você voltará a ser 
> convidado para outros eventos.

Liberdade...liberdade...L I B E R D A D E...para Cuba e os cubanos!!!
Que os cubanos decidam o seu destino com liberdade, com soberania, sem
ultimatos externos, sem guerras e bloqueios econômicos criminosos...por
uma internet com banda larga no backbone internacional...que Cuba
consiga se libertar dos softwares proprietários e faça uma migraçao com
sucesso.

A minha palestra aqui é igual a que dou em outros lugares e países...nao
mudei uma linha do meus argumentos e pensamentos...

> Faça o teste: defenda a liberdade.

Ok, vamos ver o resultado.

abraços

Marcelo Branco

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a