Super Dilma

:: Luiz Queiroz
:: Convergência Digital :: 13/11/2006

A chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, trata de consolidar na sua
pasta, o controle das melhores áreas do governo, sobretudo, as que
tenham ligações com programas sociais.

Era de se esperar, que a ministra não desse espaços para o PMDB sair
por aí distribuindo recursos do Fust para programas de inclsuão
digital. Resta saber como os caciques desta agremiação reagirão.

Dentro do governo há quem aposte que esta será a segunda grande onda
do Governo Lula, tal como ocorreu com o Bolsa Família. O presidente
Lula quer prioridade, para que as populações de baixa renda tenha
aceso ao telefone, o computador e Internet.

E o presidente Lula estaria vendo hoje, em Dilma Rousseff, a melhor
"gerente" para tocar esses projetos.

Há controvérsias

Dilma é forte, mas alguns próceres do governo lembram que, sem fazer
alarde ou aparecer na mídia diariamente, existe um outro grande nome
dentro do governo, e que é da quota pessoal do presidente Lula: O
Assessor especial, César Alvarez. Foi ele quem tornou viável o
"Computador para Todos" e, portanto, tem as credenciais necessárias
para assumir o controle dos programas de Inclusão Digital.

Natimorta

Uma coisa é certa: A tão sonhada Secretaria de Inclusão Digital, do
Ministério das Comunicações, subiu no telhado. Com ou sem a presença
do ministro Hélio Costa no segundo governo.

Bloqueadores

A CPI do tráfico de armas propõe que o governo invista R$ 302,5
milhões do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), na
instalação de bloqueadores de celulares em 600 penitenciárias do País,
nos proximos dois anos. Esse fundo, de acordo, com a CPI, que tem o
deputado Júlio Semeghini (PSDB-SP), como sub-relator, irá arrecadar
cerca de R$ 4 bi no biênio  2007/2008. Nos presídios maiores, o custo
desses bloqueadores seria de R$ 1 milhão.

Deu praga na plantação

E o Ministério das Comunicações figurou na lista deste fim de semana
do jornal O Globo, como pasta para eventuais "negociações" do
presidente Lula com os partidos aliados. Pronto, os assessores do
ministro Hélio Costa não podem mais continuar plantando notícias, de
que esta pasta está na "quota pessoal do presidente".

Quem dá mais?

O senador eleito do PSB pelo Estado do Espírito Santo, Renato
Casagrande, não esconde o desejo de assumir o Ministério da Ciência e
Tecnologia. Aos amigos afirma que, se este cavalo passar pela sua
porta, ele montará. E tem um bom argumento: Se ocupar o MCT, abrirá
uma vaga no Senado para uma suplente, que é do PT.

Muita areia

Mas é pouco provável que o PSB fique com dois ministérios, com tanta
gente de bico aberto neste governo, esperando alpiste. Difícil, mas
não impossível. Basta que alguém convença o presidente Lula, de que
Ciro Gomes é apenas um inquilino no PSB.

Na praça

Pelo sim, pelo não, já soube que tem muita gente boa no MCT, colocando
currículo na praça. Aqueles que não passam pelo "núcleo duro", do
governador eleito de Pernambuco, Eduardo Campos. (kkkk)

Bondades

A semana começa com os ministérios do Desenvolvimento e da Ciência e
Tecnologia dispensando PPBs até junho de 2007, para a montagem de
peças que compõem os notebooks, entre outros equipamentos. Como
sempre...
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a