Oi...lembremos que a VEJA nao faz jornalismo, mas publicidade fantasiada
de jornalismo...mas vamos lá...

Em Dom, 2006-11-19 às 00:13 -0200, Olival Júnior escreveu:
> Estudo da Ipsos para a ABES . . . Hmmm . . . Get the Facts versão  
> BR? ;-)
> 
> •  TECNOLOGIA
> 
> Acabou em pirataria, criado há um ano pelo governo para facilitar a  
> compra de máquinas pelas classes C e D, estimulou a pirataria ao  
> obrigar o uso do software Linux nos computadores. É o que mostra um  
> estudo feito pelo Ipsos para a Associação Brasileira das Empresas de  
> Software,

ABES=Microsoft 
Sempre foi contra o programa do governo...nao é novidade

>  que será divulgado na terça-feira: 73% dos que compraram o  
> produto trocaram o Linux pelo Windows em no máximo um mês.

Se a pesquisa é verdadeira, temos 27% que mantém o GNU/Linux e isso nao
existe em país algum. 27% de quase um milhao de novos computadores com
software livre no Brasil em menos de uma ano. É uma vitória da
independência tecnológica dos consumidores...é um dado MUITO positivo
para o programa...

>  Quase 50%  
> dos entrevistados afirmaram que não pagaram nada pela mudança – ou  
> seja, usaram produto pirata. 

Lucro aqui também para a Microsoft. O programa do governo conseguiu
vender também mais windows legal do que o modêlo de negócios da
Microsoft.
O índice de "software ilegal" instalado nos computadores comprados de
outras formas no Brasil é superior a 50%. Em 2004 (segundo a própria
ABES) chegava a 56%...alguém tem esse número atual?

Entao é ponto positivo também CONTRA a chamada pirataria aos softwares
privativos....


Mas com certeza a VEJA nao está interessada com esta publicaçao, nem a
ABES com a pesquisa, analisar o impacto do programa do governo sob ponto
de vista da "inclusao digital", do desenvolvimento econômico e
tecnológico do país, etc...

Estao interessados em fazer oposiçao rasteira com análises distorcidas
para alcançarem seus objetivos comerciais e políticos.

Para mim, analisando esta pesquisa (mesmo que de fonte suspeita ABES)
poderia tirar outra manchete:

"Programa do governo PC pra todos é um sucesso"

"Alternativa diminuiu a pirataria e estimulou a concorrência contra um
monopólio de mercado existente...ainda existem algumas lacunas a serem
aperfeiçoadas"

Claro que algumas coisas necessitam ser melhoradas no programa, como
incluir a formaçao (cursos básicos) para os usuários na compra do
produto. Isso poderia ser diluido no preço da prestaçao e seria
REALMENTE inclusao digital. Inclusao nao é apenas máquinas e
softwares...é fundamentalmente formaçao. Isso ainda falta no programa do
governo.

abraços do aeroporto de Lisboa (bem perto no Nelson).


Marcelo Branco
-- 
         Cruzando a Linha do Equador: Lima-Peru a Porto Alegre
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/Blogs/BlogPostMarceloBranco20061109091739

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a