Pereira,

Não abunda vc falar mais uma vez aqui sobre a Insigne.
Ela sendo motivo de muito trabalho valoroso/profícuo seu, de seu sócio e
equipe,
sempre será algo do coração  valente, que tem-se de preservar o que se é e
tem, inclusive a imagem
Sei que é difícil ficar sem defender o nosso trabalho, uma obra, um
projeto qd sob ataque.
Precisa-se fazê-lo quase sempre, muito e bem
Andei, eu mesma, defendendo aqui e onde foi preciso e adequado,
tremendamente,
o escopo do COMSOLI - uma idealização minha,um projeto por mim desenvolvido
baseado,
lastreado em minhas experiências como estudiosa e profissional militante na
seara
das novas idéias(Das inovações,suas adoções, etc, etc), que nem sempre são
NOVAS, mas para alguns o são,
Ex internet para os não incluídos, assim como técncas de irrigação no
semi-árido
para agricultura familiar num assentamento.
Se queremos incluir,fomentar - promover transformação, as tarefas são
múltiplas, heterogêneas,
conjugadas,compartilhadas, etc e não apenas de cunho tecnológicas. Nada é
trivial.
Portanto, *nunca* faria um projeto apenas calcado em trocas de
conhecimentos de TICs voltado somente para o poder executivo, porque a
praxis me ensinou
não ser estanque em minhas atividades, pelo contrário, saber agregar valores
necessários
para não deixar, de fóra, ítens, produtos vitais, embora não visto por
alguns como tais, por não
compreender o "TODO" vendo só árvores e não a Floresta, qd tem-se de ver o
particular e o todo.
Briguei demais pra fazer valer o todo e o particular e ante-ontem lhes
mostrei um pouco mais
do Portal do COMSOLI com acréscimos de  elementos, o qual demonstra que ele
é bem maior, complexo e mais extenso
do que objetiva alguns.porque afinal...
Adotar novas idéias, hábitos, atitudes, como já disse, nada é trivial,pois
é processo, sistema tb, stc
Idealizar.Desenvolver. fomentar,construir, Adotar, etc novas idéias
tecnológicas ou científicas,
nem sempre se tem, de cara, os apoiamentos a tempo e a hora,
e mesmo muitas ações nem sempre são ligadas umas às outras cronológica ou
cronometradamente, porque tudo que é NOVO é difícil mesmo, por mais
planejamento que se faça
e se preveja tim tim por tim tim, porque , na prática,tem-se de levar em
conta
de que em todas etapas tem nela o ser humano com suas culturas,
seus medos, interesses diversos, etc,
Quem tem compreensão de tudo que tem a ver com algo assim, que não dá pra se
ter colaboração massiça
num bloco monolítico,
haja vista as migrações para SL
no governo federal e ou em empresas Fazer mudanças é tarefa hercúlea, quase
sempre, nada indolor, etc
Ficar pois só criticando e levando pra lados que nada ajuda, e nem - a rigor
- tem nada a ver,
e que é um negócio suado e de dar super suadoros, não dá mesmo pra ficar
estático
sem nada dizer em vários casos, pra várias´pessoas, não pra todas.
No seu lugar, não teria tido o trabalho de falar para Kafka neste caso
bem específico, porquanto ele não
quer debater, levar em consideração que existe trabalho sério como o seu em
torno dos Softwares em computadores para todos, etc
Kafka, posso estar enganada, mas parece que deseja, sempre que pode, levar
fatos só pra um lado de sua percepção,
talvez, convicção cristalizada.O diálogo, neste caso, fica
impossível.Eleexpressa como quer e tem direito a fazê-lo mesmo eu nada
concordando com ele
, como não concordo mesmo.Um dia, Kafka verá que estava equivocado e vai ser
bacana em reconhecer que esteve equivocado.Deixo os fatos cabais leve-o à
realidade.
Não respondo a mais ninguem em situações do tipo : estou convencido disto e
pronto.tá acabado,
De qualquer modo, a deixa do Kafka foi muito boa e oportuna pra vc falar na
Insigne,
tendo faltado vc explicar o que INSIGNE significa.

Há muito a trabalhar, mormente em colaboração, sem as burras e
selvagens concorrências,
e com o máximo de participação.
Por falar em participação e colaboração,. vc meses atrás, me ofereceu  um
computador pra eu ter como levar em frente
meus trabalhos, e ele dotado do que preciso tanto em Hardware como em
software.
Esta oferta generosa e sem  outras pretensões, estão valendo??
Vou ganhar mesmo um??  Se vou, pode ser, urgentézimamente??
Cada vez, preciso mais dele - do computador, inda agora mais que terei de
entregar na semana entrante o notebook a mim emprestado.
Esta é uma ajuda que não faço doce, preciso muito dela, bem como de quem
junto com quem está me ensinando,
me ensine tendo mais tempo e urgente,a aprender sobre e a administrar com o
Joomla os portais.
Há o Parlamento Livre tb para andar muito e todos que puderem e quiserem
ajudar,
serão super bem vindos porque, nada do que faço,
é só pra mim, muito antes pelo contrário.
Valho muito a meus olhos, qt mais sirvo ao coletivo ao Bem Comum, à
democracia,
poristo nada faço que não possa haver com e via meus projetos,
harmonizações, complementariedades,
conjugações,conexões e quetais.Não sou concorrente, não sou adversária, não
sou inimiga de quem comunga com valores aqui ditos e que são os do mundo do
SL, do Conhecimento Livre e Liberdades.Pra complementar:

  1. Não brigo com pessoas, e não tenho nenhum prazer  qd me vejo
  obrigada a fazê-lo
  2. Brigo mesmo são por objetivos, idéias, ideais e quetais.

Sectários morrem sós.
Seria bom demais se houvesse adesão maior e mais rapidamente ao COMSOLI,
tornando-se membro dele.
O Comsoli, como é, está aberto para todos e todos mesmo
Abs,
Ada




On 11/19/06, Pereira <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

Caro Rafael,

Com colocações deste tipo dentro da própria comunidade de SL,

não precisamos de agressões da MS, só as nossas já são suficientes ?

Você já se permitiu  ver um computador voltado para usuário  final com a
Distro Insigne ?

Mais de 500.000 computadores embarcados com Insigne  tem algum
significado, vários fabricantes homologaram o Insigne, isto será que serve
como algum mérito para nós ?

Você conhece o nosso trabalho treinando vendedores dos grande magazines?
Ajudando insituições tipo Rede Livre fornecendo computadores para formarem
jovens que possam ajudar a reverter este quadro de letargia em que muitos se
encontram ?

Peço desculpas  por não aceitar que você chame as empresas que ralam muito
para oferecer algo que
seja competitivo e uma alternativa viavel, de distros vagabundas.

Respeito sua opinião, e vou  respeitar mais ainda quando você tiver
comprado um computador em uma loja com Insigne e me provar que somos uma
distro como você mencionou que são as distro deste projeto do Governo.

A MS perde tempo nos detonando,  comentários deste tipo em uma lista de
SL  não somam nada, me  faz pensar como para ajudar tem poucos, mas para
criticar sem base tem muitos.

Um grande abraço,

Pereira



Em Dom, 2006-11-19 às 14:36 -0300, Rafael Kafka escreveu:

E outra coisa, se for prá por distro vagabunda melhor mandar formatado.
Ou alguém aqui viu um PC com uma distro decente nesse programa até agora?
Rafael Kafka
"Dubito ergo cogito, cogito ergo sum" | "Justitia est constans et perpetua voluntas 
jus suum cuique tribuendi" |
******************KAFKA Extreme********************
| PENTIUM-D 930 *PRESLER* | Gigabyte 8I945GMF | X300 HM | 2x 512mb DDR2-667 Kingston 
Value | | LCD 17" Samsung  721s | Hitachi 160GB SATA II | X7-8600 7.1
| FreeBSD 6.1 | Gentoo GNU/Linux 2006.1 | GNU BIGLINUX 3.0 | Ubuntu GNU/Linux 
Dapper Drake  6.06.1 LTS | Novell SuSe GNU/Linux 10.1 X86_64
| Seja livre, use GNU/Linux! | GNU/Linux user: #393659 | Machine number #294871 
| http://counter.li.org | Liberte-se! Use o Firefox.|
Ada Lemos escreveu:> Marcelo,> > Tai uma resposta muito inteligente e matura.Gostei bastante.> A Veja está repercutindo a ABES e MS, entrementes assim conteúdo e forma > têm só a ver.> Pelo que depreendi, trata-se de uma nota e não de uma matéria em si. > Nota no Radar??Em qual seção está??> Acredito que haverá muitos aperfeiçoamentos no programa daqui pra > frente, e até mesmo por esta certeza, a ABES MS estão soltando, fazendo > das suas, e cá pra nós, um tiro pela culatra estão dando, porque os > responsáveis pelo programa farão melhor suas 
lições de casa com novos > passos, desse modo quem perderá mais???> Se eu fosse eles, não ficaria soltando este tipo de notinhas.> Ainda tem a questão do Amicus Curiae aceito pelo Supremo, que já os > levou a fazer juntadas de dados.Quero ver o que vai dar.> Um Supremo mais CNJ reconhecendo pra si, para seu uso interno e dos seus > o SL....a instabilidade no coração da ABES MS deve estar aumentando, ai...> Se ganharmos esta história....do ADIN....> Se o governo, realmente fizer as regulações devidas e outras coisitas > mais....conforme programa de 
governo apresentado na campanha. E se , de > fato, se concretizar a história do programa de inclusão com dinheiro do > FUST> ficar na presidência, ai então....> Só quero ver.> Abs,> Ada>  > > > > > On 11/19/06, *Marcelo D'Elia Branco* < [EMAIL PROTECTED] > <mailto:[EMAIL PROTECTED]>> wrote:> >     Oi...lembremos que a VEJA nao faz jornalismo, mas publicidade>     fantasiada>     de jornalismo...mas vamos lá...> >     Em Dom, 2006-11-19 às 00:13 -0200, Olival Júnior escreveu:>      > Estudo da Ipsos para a 
ABES . . . Hmmm . . . Get the Facts versão>      > BR? ;-)>      >>      > •  TECNOLOGIA>      >>      > Acabou em pirataria, criado há um ano pelo governo para facilitar a>      > compra de máquinas pelas classes C e D, estimulou a pirataria ao>      > obrigar o uso do software Linux nos computadores. É o que mostra um>      > estudo feito pelo Ipsos para a Associação Brasileira das Empresas de>      > Software,> >     ABES=Microsoft>     Sempre foi contra o programa do governo...nao é novidade> >      >  que 
será divulgado na terça-feira: 73% dos que compraram o>      > produto trocaram o Linux pelo Windows em no máximo um mês.> >     Se a pesquisa é verdadeira, temos 27% que mantém o GNU/Linux e isso nao>     existe em país algum. 27% de quase um milhao de novos computadores com>     software livre no Brasil em menos de uma ano. É uma vitória da>     independência tecnológica dos consumidores...é um dado MUITO positivo>     para o programa...> >      >  Quase 50%>      > dos entrevistados afirmaram que não pagaram nada pela mudança – ou>      
> seja, usaram produto pirata.> >     Lucro aqui também para a Microsoft. O programa do governo conseguiu>     vender também mais windows legal do que o modêlo de negócios da>     Microsoft.>     O índice de "software ilegal" instalado nos computadores comprados de>     outras formas no Brasil é superior a 50%. Em 2004 (segundo a própria>     ABES) chegava a 56%...alguém tem esse número atual?> >     Entao é ponto positivo também CONTRA a chamada pirataria aos softwares>     privativos....> > >     Mas com certeza a VEJA nao está 
interessada com esta publicaçao, nem a>     ABES com a pesquisa, analisar o impacto do programa do governo sob ponto>     de vista da "inclusao digital", do desenvolvimento econômico e>     tecnológico do país, etc...> >     Estao interessados em fazer oposiçao rasteira com análises distorcidas>     para alcançarem seus objetivos comerciais e políticos.> >     Para mim, analisando esta pesquisa (mesmo que de fonte suspeita ABES)>     poderia tirar outra manchete:> >     "Programa do governo PC pra todos é um sucesso"> >    
 "Alternativa diminuiu a pirataria e estimulou a concorrência contra um>     monopólio de mercado existente...ainda existem algumas lacunas a serem>     aperfeiçoadas"> >     Claro que algumas coisas necessitam ser melhoradas no programa, como>     incluir a formaçao (cursos básicos) para os usuários na compra do>     produto. Isso poderia ser diluido no preço da prestaçao e seria>     REALMENTE inclusao digital. Inclusao nao é apenas máquinas e>     softwares...é fundamentalmente formaçao. Isso ainda falta no programa do>     governo.> > 
    abraços do aeroporto de Lisboa (bem perto no Nelson).> > >     Marcelo Branco>     -->              Cruzando a Linha do Equador: Lima-Peru a Porto Alegre>     http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/Blogs/BlogPostMarceloBranco20061109091739>     <http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/Blogs/BlogPostMarceloBranco20061109091739>> > > >     _______________________________________________>     PSL-Brasil mailing list>     PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org>     <mailto:PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org>>     
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil>     Regras da lista:>     http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil>     <http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil>> > > > ------------------------------------------------------------------------> > _______________________________________________> PSL-Brasil mailing list> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil> Regras da lista: > 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil_______________________________________________PSL-Brasil mailing [EMAIL PROTECTED]://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasilRegras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a