Em 29/11/2006, às 12:45, Antonio Fonseca escreveu:

É curioso o fato da Microsoft promover conjuntamente nesse final ano os lançamentos de Vista+Office 2007+ Exchange 2007. Mesmo sabendo Exchange só estará pronto no começo de 2007.

É a "sexta força de Porter": produtos complementares. O MS Office já vem sendo posicionado como plataforma de trabalho cooperativo há um tempinho. Acho q desde a versão XP eles começaram a dedicar mais atenção à integração do pacote com o Exchange (cujo workflow é complicado de utilizar, conforme comentamos em outra msg aqui) e o Shared Point (curiosamente, na época do Exchange 5.5 ele e o SPoint tinham um problema sério de integração).

Q eu me lembre, este reposicionamento do MS Office veio junto com aqueles relatórios q demonstravam q seus clientes já estavam bem atendidos mais ou menos desde a versão 97, em termos de uso "comum" (edição de textos, planilhas básicas, etc), evitando os onerosos upgrades da plataforma. Daí veio a concorrência com o OpenOffice.org, q se posicionava como um Office "bom o bastante" para essas atividades comuns.

Q fez a MS? Estabeleceu q o MS Office era uma plataforma de trabalho colaborativo com maior segurança no compartilhamento de documentos (contanto q vc usasse toda a sua infra MS de cima a baixo). O Exchange aparece como coadjuvante nessa jogada, pois seria parte dessa infra necessária à colaboração e compartilhamento seguro de documentos. Por sua vez, tudo isso depende do MS Active Directory, onde no final das contas estão os catálogos de usuários e suas chaves.

Assim, a força do produto acaba sendo sua integração, mas tbém a fraqueza para quem depende de algum pto dessa rede.


Outro detalhes interessante sobre o Exchange é que a Microsoft trabalha fortemente para sua adoção dentro de empresas de grande porte no Brasil (creio que isso deva se repetir mundo afora). Muitas delas empresas do setor público. Sei de algumas histórias de arrepiar os cabelos.

Qdo eu sai da Receita Federal para a ESAF, lá por 95, o Serpro estava colocando Exchange por lá (Receita e MinFaz como um todo - a única resistência era a SFC ou STN q usava Novell Groupwise). Qdo fui pra ESAF e fechamos um contrato de serviços com o Serpro, o correio eletrônico oferecido tbém era Exchange. Aliás, ele fornecia como serviço: eles mantinham o servidor no data center deles e vc conectava lá. No extinto Mare tbém empurraram Exchange e por aí vai. O próprio Serpro teve dificuldades pq tinha um investimento alto em Lotus Notes, mas acho q, no final, acabaram indo pro Exchange tbém. Assim, o MS Exchange dominou a esplanada dos Ministérios. Acho q só não usou quem não tinha grana. Vc sabe, "ninguém é despedido por contratar Microsoft" era a versão anos 90 do "ninguém é despedido por contratar IBM" algumas décadas antes.


Terceiro, Ray Ozzie.

Apesar dele ser quem é, acho q a estratégia precede o sujeito uns bons 5 anos.


Agora quanto ao Mono, acho que a MS tem outros planos melhores para ele. Penso que ela está estudando isso com "muito carinho".

Um tênue indício disso (mas não menos curioso) é que uma foto apontando para uma entrevista do Icaza está estampada em destaque no Port 25 ( http://port25.technet.com/) já há várias e várias semanas.

O Mono, para a MS, é a grande cartada para demonstrar em tribunais q sua plataforma não é "monopolista". Além disso, faz um tempinho q o Icaza tem relações mais amigáveis com a MS (lembra daquela entrevista na Info onde ele disse q tentou trabalhar lá e não conseguiu? Sem falar naquela foto no blog dele com o CTO da Microsoft e o Nat Friedman - aliás, não foi ele q lançou o projeto Hula? - dançando can-can) do q com a própria FSF (lembro de um podcast recente onde o comentário dele a respeito do Stallman insistir no termo gnu/linux foi "isn't it a silly thing?"). Como ela serve pra isso e está longe de ameaçar a plataforma .Net, já q sua lista de features sempre está um pouco atrás e vc não vê uma migração em massa de desenvolvedores .Net no Windows para Mono no gnu/linux, acho q eles a toleram. Se ela algum improvável dia ameaçar o mercado do .Net, vamos ver se a coisa continua assim. ;-)

[ ]s,

olival.junior
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a