Em 29/11/2006, às 14:57, Antonio Fonseca escreveu:

O mais perverso elemento do modelo de negócio da Microsoft é justamente o aprisionamento à plataforma deles. É isso o que realmente alimenta seu monopólio. O código fechado é apenas uma característica técnica a serviço desse modelo.


Mas, aqui, eu acho q as distribuições gnu/linux em geral precisam fazer o dever de casa, já q insistem em diferenciar coisas q estão longe de representar uma vantagem ou mesmo ferir o espírito do projeto da distribuição. Pegue o Apache Http Server, por explo. Agora vá em 3 das principais distribuições e veja como elas alteram os diretórios default e até mesmo o nome dos arquivos de configuração do Apache. Depois tente encontrar uma explicação racional para isso q seja convincente. Parece até tentativa de lock in para diferenciar os cursos de gnu/linux específicos de cada distribuição (senão, todo mundo fazia cursos LPI e ninguém se preocuparia com certificações Red Hat ou Novell SUSE).

Acho q é preciso ficar atento q, qdo um elemento de uma rede de valor não traz grana, os seus elementos adjacentes são o lugar onde o dinheiro está. Assim, em tese não faria diferença a distribuição q vc usa pq a base de código seria mais ou menos a mesma, então a diferenciação caminha para os elementos de apoio a isso, como os serviços de treinamento, a codificação de patches, etc e tal. Porém, para diferenciar esses serviços vc tbém tem de ter uma base de código levemente diferenciada, senão não faria diferença vc ter treinamento Red Hat ou um LPI "genérico". Ok, uma Red Hat faz bem mais do q trocar nome de arquivos, já q a base de código dela tem de ser robusta o suficiente para rodar em data centers e tal, mas q há muita coisa pequena sendo modificada sem razão aparente, isso há . . .

[ ]s,

olival.junior_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a