Em Sun, 05 Nov 2006 13:27:42 -0200
Rafael Evangelista <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:

> Pois é, mas SL não é só FSF e uma das coisas mais bacanas do movimento
> brasileiro é que a liberdade modelo americano foi reinterpretada aqui
> e software livre nunca foi um fim em si mesmo. É (ou era), caminho
> para outras coisas como autonomia tecnológica, inserção social,
> condição de produzir com igualdade, modelo mais justo de trabalho e
> outras coisas. Pelo menos foram argumentos que vi repetidos várias
> vezes em listas, textos, entrevistas.

Você não pode generalizar. Eu componho o Brasil e embora não veja o
software livre como fim em si mesmo, vejo ele como caminho para o mesmo
que o Richard Stallman: ter o controle do meu computador, ter a
liberdade de me ajudar e ajudar os outros.

Assim como nos EUA, no Brasil há os dois pontos de vista: o do
movimento do software livre e o do movimento open source.

> Já engreno com outra pergunta: nos últimos anos,
> web/TI/software/hardware mudaram bastante. O modelo SL ainda será
> capaz de ser a chave para um modelo mais competitivo? Ou o SL vai ser
> incorporado no exato momento que as empresas conseguirem fazer com que
> ele não ameace mais as estruturas já consolidadas?

Do meu ponto de vista (e escrevi sobre isso no meu blog) o nosso modelo
já é vencedor, não tem mais dúvida de que nosso modelo de licenciamento
e desenvolvimento têm seu lugar no "ecossistema" de TI.

Abraço,

-- 
  Gustavo Noronha Silva <[EMAIL PROTECTED]>
http://www.debian.org/ | http://kov.eti.br/
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a