Ok, então, partindo desse seu ponto de vista, vendo o hardware sendo um ou
outro (fuck software, vamos falar sobre a base onde roda o software), a
escolha de uma ou outra solução levaria a esse mesmo problema. É como se o
Governo resolvesse distribuir note da Compaq, e não da Toshiba. Quem ia
lucrar com suporte ao hardware? Vê que o argumento acaba tornando-se falho?
Qualquer uma das duas soluções tem hardware muito fechado, é aquilo e
pronto. Pelo menos, na solução nacional, a manutenção de hardware seria
mantido no Brasil. Na outra, ia vir um babaca primo do Negromonte ou sei lá
o q, só para apertar parafuso. Porque ele saberia qual o parafuso, e o preço
vai no que lhe der na telha. Ou vc acha que a criança vai juntar a mesada e
levar para consertar pagando do próprio bolso? Claro que não. O problema
mesmo em pegar uma solução estrangeira, mesmo que baseada em Linux, ao meu
ver, é esse, o hardware. Software é ainda uma segunda discussão. No caso do
note brasileiro, baseado em risc, dá para colocar Linux também. Colocaram
Windows porque foi o que quiseram colocar, mas se vc me der um hardware
desses e pagar meu salário de uma semana, eu coloco um sistema livre lá para
vc, facilmente. Um Linux, NetBSD, ou qualquer outro com suporte a
processadores Risc.

Então, eis o grande problema: quem vai dar suporte ao hardware? Veja que por
ser um programa financiado pelo governo brasileiro, isso exige uma estrutura
aceitável de empregados e atendimento nacional. Por serem eles os criadores,
conseguem até dispensa de licitação! Pô meu, não gostei do produto
brasileiro vir com windows, mas discutir apenas o software é apenas 50% da
questão. Software não funciona sem hardware.


Em 09/12/06, Rafael Evangelista <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:

Não seria interessante termos uma lista de argumentos, talvez algo feito
em um wiki, para responder a essa pergunta?

Em particular, penso em dois pontos: o fato de o código ser livre
permite que qualquer uma dessas crianças (mesmo que seja 1 em 1mil)
tenha condições de se tornar desenvolvedores, sem precisar de nenhum
código proprietário; outro é que não cabe ao Estado distribuir o produto
de uma empresa específica, produto que o Estado não é dono, apenas
licenciante. Distribuir código proprietário implica no favorecimento de
uma empresa, em detrimento de outras. É como se o governo resolvesse
distribuir celulares da Vivo (e não da Claro, da Tim ou qquer outra)

[]
rafael

Wagner Meira Jr. escreveu:
> Isso nao e brincadeira. Eles facilmente fazem isso para destruir qq
> coisa que
> se relacione a SL. Por isso acho que o argumento de custo de licencas
> e fraco
> e facilmente discutivel, como esta acontecendo em plena lista de SL.
>
> O aspecto mais relevante do software livre e estrategico, eh sobre
> apropriacao,
> eh sobre sustentabilidade, eh sobre capacidade de evolucao. Se nao
> tivermos um
> argumento tecnico robusto, ou seja, qualidade de software, nao ha nada
> que
> nos sustente, dai a preocupacao com problemas tecnicos no programa
> Computador
> para Todos. O unico cenario onde uma solucao proprietaria pode existir e
> aquele onde ainda nao houver software livre ou a solucao livre nao
> apresente
> as funcionalidades necessarias. Fora isso, nao deve haver espaco.
>
> Um abraco,
>
> Wagner
>
> Ricardo L. A. Banffy escreveu:
>> Eu sei que é brincadeira, mas eu falei sério. E se eles resolverem
>> doar licenças para esse ou outro programa parecido, como defender a
>> escolha de software-livre? Em que situações e por que software livre
>> seria melhor, e em que situações a alternativa proprietária
>> resolveria o problema?
>>
>> Pablo Sánchez wrote:
>>> hummm... tática de traficante.... ;-)
>>>
>>> Em 08/12/06, *Ricardo L. A. Banffy* <[EMAIL PROTECTED]
>>> <mailto:[EMAIL PROTECTED]>> escreveu:
>>>
>>>     E se eles doarem as licenças? Como você contra-argumentaria?
>>>
>>>     Pablo Sánchez wrote:
>>>      > Veja bem: vc como governante iria aumentar o custo de um
>>> hardware
>>>      > adquirindo licenças de um sistema, sendo que pode usar outro
sem
>>>      > custos?
>>>     _______________________________________________
>>>     PSL-Brasil mailing list
>>>     PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
>>>     <mailto:PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org>
>>>     http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>>>     <http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil>
>>>     Regras da lista:
>>>
>>>
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>>>
>>>
>>>
>>>
>>>
------------------------------------------------------------------------
>>>
>>>
>>> _______________________________________________
>>> PSL-Brasil mailing list
>>> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
>>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>>> Regras da lista:
>>>
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>>>
>> _______________________________________________
>> PSL-Brasil mailing list
>> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>> Regras da lista:
>>
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>


--
Usuário Linux #352107
Jabber/Gtalk: [EMAIL PROTECTED]
http://rafaelevangelista.oplanob.com
http://www.dicas-l.com.br/zonadecombate

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a