*Minicom terá de anular pregão dos telecentros *
*
http://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=5670&sid=10
**::* Luiz Queiroz <[EMAIL PROTECTED]>
*::* Convergência Digital <http://www.convergenciadigital.com.br/> *::12/01/2007
*

O Ministério das Comunicações deverá anular o pregão eletrônico que tem por
objeto, a compra de 5.400 kits de Telecentros para o programa de Inclusão
Digital. O pregão é orçado em R$ 110 milhões.

Embora o ministério oficialmente continue alegando que ainda não tomou uma
decisão, pois estaria aguardando a conclusão de um "laudo técnico", o
*Convergência
Digital* apurou que não existe a hipótese de o órgão continuar o processo de
compra, chamando o segundo colocado para realizar os testes de hardware e
software.

Isso porque, durante a realização do pregão eletrônico, no dia 28 de
dezembro, o pregoeiro Guilherme Gonçalves Soares Quintas decidiu adjudicar
as propostas de preços da Procomp Indústria Eletrônica para os itens
referentes a equipamentos de informática.

Ao mesmo tempo,  ele desclassificou as ofertas feitas pelos demais
concorrentes: Positivo Informática (segunda colocada) e Itautec (terceira).
Ao tomar essa decisão, o pregoeiro se precipitou, pois ao desclassificar os
demais concorrentes, não levou em conta a hipótese de a Procomp não passar
pela fase de testes antes da homologação final do pregão.

Na última quarta-feira, 10/01,  a Procomp acabou não conseguindo passar na
validação da versão Flux Linux de sistema operacional. A empresa lutou para
rodar o programa nos computadores que seriam distribuídos nos telecentros,
mas houve um problema de ordem técnica no software.

O pregoeiro chegou a anunciar que inabilitaria a empresa, mas acabou
recuando na decisão, porque qualquer posicionamento oficial deveria ser
amparado por um "laudo técnico".

A partir daí, a cúpula do Ministério das Comunicações tem realizado reuniões
para avaliar qual a melhor saída administrativa e jurídica. Os técnicos do
órgão avaliam que qualquer que seja a decisão, isso resultará em disputa
judicial.

Porém, esse suposto "erro" cometido pelo pregoeiro, talvez favoreça uma
decisão do Minicom, já que órgão não tem mais um "segundo colocado" para
chamar para os testes.

Para as empresas, a anulação torna-se um grande negócio. Como ninguém passou
na fase inicial, ter uma segunda chance de disputa pode ser mais
interessante do que uma briga judicial, por um resultado que já não favorece
mais ninguém.

O pregão dos telecentros movimentou a semana e não faltou razão para isso já
que ele envolve um orçamento de R$ 110 milhões.
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a