http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia.php?id_secao=4&id_conteudo=7072

São Paulo, 16 de janeiro de 2007 – A segunda fase do programa de inclusão
digital do Governo Federal Computador Para Todos, que prevê o lançamento de
notebooks populares, terá início em junho. "Os laptops de baixo custo
chegarão às lojas do País no final do primeiro semestre deste ano. Esse é
nosso prazo máximo", antecipa o Assessor da Presidência da República, José
Luiz Maio de Aquino. Como foi adiantado pelo WNews, os laptops populares
estavam previstos para dezembro de 2006, mas o prazo de negociação foi
prorrogado.

http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia.php?id_secao=4&id_conteudo=6637

Segundo Aquino as configurações do
laptop<http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia.php?id_secao=4&id_conteudo=7072#>popular
já foram definidas pelo governo e o preço deve ficar no máximo em R$
1,8 mil. "O que falta agora é aprovar a nova portaria para saber quais os
fabricantes irão aderir ao programa". Os 45 fabricantes que fabricam
desktops da primeira fase do programa não necessariamente vão aderir à
fabricação de notebooks, explica o assessor. "O número será bem menor, Até o
momento temos quatro fabricantes que certamente participarão do programa,
entre eles CCE e Positivo Informática". A HP, uma das maiores fabricantes de
computadores<http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia.php?id_secao=4&id_conteudo=7072#>móveis
no Brasil, não enviou proposta de participação ao programa.

De acordo com Luiz Cláudio Mesquita, assessor da diretoria do SERPRO
(Serviço Federal de Processamento de Dados), os computadores móveis virão
com sistema operacional
Linux<http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia.php?id_secao=4&id_conteudo=7072#>e
terão as condições de pagamento garantidas por linha de crédito do
BNDES
(Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) assim como os
desktops.

De acordo com o coordenador do programa Computador para Todos, Cezar
Alvarez, o laptop é cada vez mais necessário na vida do brasileiro. "Chamo a
ampliação do programa de fase dois. Já temos uma experiência acumulada, só
muda alguns detalhes'", disse.

Atualmente, os laptops mais baratos custam, em média, R$ 2.900. "Dá para
reduzir bastante este valor", disse. Alvarez informou que o programa
Computador para Todos pretende dar mais qualidade aos computadores vendidos
atualmente, alterando algumas configurações da máquina para aumentar
velocidade e memória.
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a