*Microsoft é uma das empresas mais beneficiadas pelas medidas do PAC

**::* Ana Paula Lobo <[EMAIL PROTECTED]>
*::* Convergência Digital <http://www.convergenciadigital.com.br/> *::23/01/2007
*
http://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=5763&sid=7

A decisão de ampliar a isenção de impostos para Pcs e notebooks com valores
até R$ 4.000,00 - uma das medidas do PAC - programa de Aceleração do
Crescimento - anunciado nesta segunda-feira, 22/01 - beneficia,
indiretamente, a Microsoft que, a partir do próximo dia 30 de janeiro,
inicia oficialmente a venda da nova versão do seu sistema operacional, o
Windows Vista.

*"É um sistema que requer computadores melhores. Muitos poucos dos
beneficiados pela isenção tinham condições de migrar para a nova
versão,agora, fabricantes e MS podem negociar acordos", afirma o diretor de
pesquisa da IDC Brasil, Mauro Peres. *

*"Como o Vista requer computadores com mais recursos, a migração seria mais
lenta no Brasil. Mas,agora, o benefício fiscal atinge máquinas bem robustas,
com configurações mais do que suficentes para suportar o novo sistema
operacional. Certamente, haverá interesse dos fabricantes e da Microsoft
para chegar a um acordo e atingir preços compatíveis com a isenção concedida
pelo governo", detalha Peres*.

De acordo ainda com o analista da IDC Brasil, a ampliação do benefício
fiscal para PCs e notebooks é uma medida para ser comemorada, mas o impacto
efetivo no mercado será menor do que o foi a primeira concessão da isenção.
"É claro que a demanda de PCs e notebooks continuará em alta, mas não
prevejo um incremento acima do que já foi registrado com a isenção inicial",
destaca Peres.

Para o analista, os planejamentos estratégicos de corporações - mesmo a de
maior porte e que tinham a previsão de atualizar seus parques de TI - devem
ser refeitos. "Acredito que haja uma maior disposição de fazer o upgrade",
detalha.

Quem também se beneficia são as micro e pequenas empresas que, agora,
poderão comprar computadores de melhor configuração para informatizarem suas
gestões. "Tenho certeza que fabricantes e a Microsoft vão fazer acordos para
trazer máquinas com o sistema operacional para os patamares do benefício da
isenção", relata Peres.

Para o analista da IDC, a tendência, ao longo de 2007, será de um impacto
importante no mercado cinza - que havia migrado sua ação para as máquinas
mas caras. "Eles vão sentir. O mercado legal ganha um forte alento",
finaliza Peres.
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a