Clóvis demonstra uma visão míope e baseada nos paradigmas dos anos 1990.

Linux já é o sistema dominante, principalmente para o Google e para a
esmagadora maioria dos prestadores de serviços que dependem de infra-estrura
de rede.

Software livre é preferível para SOA e web 2.0. Uma prova inconteste disso
está na intensa movimentação (desespero) da Microsoft para aproximar-se do
open source e promover sua cultura e ferramentas dentro desse universo.

Na minha modesta opinião uma prova da viabilidade de um sistema UNIX-like
(enriquecido pelos padrões abertos e software livre) como desktop para o
usuário final está no estrondoso sucesso do Mac OSX da Apple. Para o Linux,
provavelmente apenas uma questão de tempo.

Resumo da ópera, quem está preocupada em manter (com) o foco no desktop é a
Microsoft (como sempre esteve). Para Linux desktop é uma conseqüência
natural assim como já acontece com dispositivos portáteis ou embarcados.

Abraço,

On 1/26/07, Ada Lemos <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

*Será o Google a nova Microsoft?*

*http://uoltecnologia.blog.uol.com.br/arch2007-01-21_2007-01-27.html#2007_01-26_18_20_20-9542190-0
*<http://uoltecnologia.blog.uol.com.br/arch2007-01-21_2007-01-27.html#2007_01-26_18_20_20-9542190-0>

*Relata Clóvis Rossi*, enviado da Folha a Davos para cobrir o Fórum
Econômico Mundial, que o Google se ofereceu a Lula para ajudar em "um maciço
programa de inclusão digital, principalmente por meio do chamado computador
de US$ 100, *do qual a companhia americana é a maior financiadora".
*
*Não é de hoje que circulam pela Web boatos sobre um possível "* *Google
OS**", sistema operacional do Google, baseado em Linux, que funcionaria
basicamente para fazer o computador se conectar à Internet para então levar
o usuário a todos os serviços e softs online da empresa.
*
*Eis que então surgiria uma rival realmente à altura da Microsoft, já que
o Linux, por si só, patina já há anos, vagarosamente, para ganhar terreno
entre usuários finais e empresas*. *Se uma marca gigante, como diz Rossi
praticamente "sinônimo de Internet", abraça o pingüim, certamente ele
ficaria vitaminado diante de XPs, Vistas e vindouros.
*
*Dualidade certamente ampliaria a competição *. E, segundo a cartilha do
pessoal de Davos, as opções de nós, consumidores. Mas, a partir daí, o
Google não se tornaria simplesmente uma nova Microsoft? *Quanto do
espírito do software livre continuaria embutido em uma realidade dessas? *Food 
for thought, enquanto 2010
não chega <http://www.osnews.com/story.php?news_id=10096>.

::  Escrito por Redação às 19h20
[ (0) 
Comente<http://navblog.uol.com.br/comment.html?postFileName=2007_01-26_18_20_20-9542190-0&idBlog=894158>]
[ envie esta 
mensagem<http://navblog.uol.com.br/recommend.html?idBlog=894158&postFileName=2007_01-26_18_20_20-9542190-0>
]

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil




--
ANTONIO FONSECA
http://antoniofonseca.wordpress.com/

"Você vê coisas que existem e se pergunta: por quê? Eu imagino coisas que
não existem e me pergunto: por que não?" (George Bernard Shaw)

Interessado em aprender mais sobre o Ubuntu em português?
http://wiki.ubuntubrasil.org/ComeceAqui
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a