Em 27/01/2007, às 14:46, Joao S. O. Bueno Calligaris escreveu:

Distribuição de binários é a distribuição de programas compilados. Se
eu distirbuo um programa somente sob a  forma de código fonte, quem o
recebe continua tendo todos os direitos e deveres prescritos pela
GPL. Não faz diferenç se a distribuição inicial foi na forma binária
ou como código fonte.

Ok.

Agora já a questão do dual licensing- eles só podem fazer isso com um
programa que tenham começado do zero eles mesmos. Eles não podem
pegar o código de um porgrama já existente, melhora-lo, dizer que
é "dual licensed" e distribuir a versão deles sob uma licença
proprietária  - a GPL prevê que  a licença não pode ser alterada.

Um patch não pode ser considerado uma unidade de código independente? Se for possível (era esse o meu raciocínio na msg original), o autor do patch teria de ser compatível com a GPL para poder efetivamente utilizá-lo com o prg original, mas estaria livre para licenciá-lo de outra forma.

[ ]s,

olival.junior_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a