Um porém óbvio: em se falando em vídeos/streaming, são altamente dependentes de banda larga.

Não creio que em curto prazo a taxa de compressão viabilize a recepção de um filme com qualidade e resolução decente, e em tempo real.


Como "pay per view" não vale nessa lógica, temos um "híbrido" ainda meio indefinido nessa história, que são as provedoras a cabo, cuja participação cresceu consideravelmente nos últimos meses com uma promoção de acesso web de 2mb + TV a cabo + telefone por, se não me engano, 89 reais/mês.

Mas o principal diferencial está justamente na possibilidade de seleção de conteúdos, e de graça, a qualquer hora, mesmo às custas da qualidade e resolução.

E as tentativas de bloqueio e censura podem sorrateiramente agir em favor de certos interesses que querem que a internet vire uma TV a ser operada decerto por voz ou controle remoto. De preferência com uma só tecla: "comprar".

[]s


----- Original Message ----- From: "Ricardo L. A. Banffy" <[EMAIL PROTECTED]>
To: "Projeto Software Livre BRASIL" <psl-brasil@listas.softwarelivre.org>
Sent: Sunday, January 28, 2007 12:43 AM
Subject: Re: Offtopic: Re: [PSL-Brasil] DAVOS-A Internet revolucionará a TV em 5 anos, diz Bill Gates(OT)


Mais ou menos. Coisas como YouTube mostram que o "estado mental de assistir coisas passivamente" continua fazendo sucesso. Só que ao micro é menos confortável.

Omar Kaminski wrote:
A TV nos faz ficar apáticos, em posição relaxada. A Internet provoca a interação e a proatividade.

Pode ser que esteja por aí a grande diferença. [ironia] Pensar e teclar pra quê? [/ironia]

[]s


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a