A base é simples: eles não redistribuiram o código. Veja que o velho papo de
copyleft, nem adianta, porque a autoria é inegável - mesmo que você não
queira assumir o filho, ele é seu. Assim, o filho é do estúdio, o copyright
é dele, e a GPL inclusive mantem o copyright para o autor original, porém,
as alterações feitas por alguém, não, elas passam a ser copyright do autor
do novo trecho. É uma tremenda salada de frutas, bagunça mesmo para a cabeça
de qualquer um.

O que diz a GPL? Diz que SE eu for redistribuir as alterações feitas, devo
dispor a quem for utilizá-la o mesmo que foi disposto a mim: o direito a
acessar o fonte, etc e tal. Mas o estúdio NÃO está distribuindo. Assim, as
alterações pertencem a ele, e a redistribuição sem sua autorização, infringe
em quebra de lei, etc e tal.

A GPL parte primeiramente do princípio que EU estou te AUTORIZANDO a acessar
o fonte, e alterar, DESDE QUE, quando você for REDISTRIBUIR (ênfase no RE),
você disponibilize os mesmos direitos que eu dei a você. Mas se você não for
REdistribuir, então eu não posso te obrigar a fazê-lo, pois não é isso que
está na GPL.

É sacanagem? É, eu acho, mas fazer o que?

2007/1/29, Fabianne Balvedi <[EMAIL PROTECTED]>:

Pablo, acho que você também não entendeu meu questionamento...

Vou colocar uma situação hipotética pra ver se consigo ser mais clara:

O estúdio A e B resolvem melhorar um software XYZ, que é livre sob GPL.
Eles não criam nada novo, apenas melhoram o código anterior. Não é
um patch, não ;e um plug-in, é simplesmente um melhoria do código em si.
Não distribuem por aí, mas por lei também não tem obrigação de fazer isso.
Até aí eu entendi. A parte que eu não entendi é pq alguém pode ser
processado por violar copyright se tirar essa modificação lá de dentro
do estúdio, uma vez que ela foi feita em cima de um código GPL.
Se o programador assinou um contrato de sigilo, eu entendo
que ele não vá querer se meter em encrenca e violar este
contrato, mas o que eu não entendo é a questão do copyright
em cima da GPL. Ou seja, a situação que eu não entendo é:
se de repente essa versão com modificação aparecer por aí
e acabar fluindo em p2ps da vida ou mesmo em sites pra download
descrita como uma nova versão da ferramenta, como os estúdios
poderão processar alguém por estar usando algo que foi originado
de um software sob GPL? Que base jurídica eles terão para isso?



On 1/29/07, Pablo Sánchez <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
>
> Fabianne,
>
> Acho que vc está fazendo confusão. O fato de ser livre não torna
> obrigatório a redistribuição, A MENOS QUE você realmente vá redistribuir.
> Para uso interno, não é necessário redistribuir. :-/ E nem adianta solicitar
> a eles, porque eles não estão redistribuindo, em teoria não tem a obrigação
> de redistribuir.
>
> Em 27/01/07, Fabianne Balvedi <[EMAIL PROTECTED] > escreveu:
> >
> >
> >
> > On 1/27/07, Pablo Sánchez < [EMAIL PROTECTED]> wrote:
> > >
> > >
> > >
> > > 2007/1/27, Fabianne Balvedi <[EMAIL PROTECTED]>:
> > > >
> > > > On 1/27/07, Alexandre Oliva < [EMAIL PROTECTED]> wrote:
> > > > >
> > > > > Note que nem estou falando de eles compartilharem com todo o
> > > > > resto do
> > > > > mundo.  Se fizerem o compartilhamento entre eles, com todas as
> > > > > liberdades respeitadas, já é Software Livre para eles, mesmo que
> > > > > eles
> > > > > mantenham o resto do mundo de fora.
> > > >
> > > >
> > > >
> > > > mas se alguém conseguir tirar isso de lá e distribuir, também
> > > > não vai estar fazendo nada de errado, vai?
> > > >
> > > >
> > >
> > > Errado. Por bem ou por mal, o detentor dos direitos sobre o código é
> > > o Estúdio, contratante do programador. Ou seja, se alguém fizer isso 
estará
> > > desrespeitando leis de copyright internacionais, e poderá ser preso.
> > >
> >
> >
> > mas peraí... se eles usam um software que é GPL, as modificações que
> > eles fizeram nele não deveriam também ser livres? Como eles conseguiriam
> > exigir o copyright disso?
> >
> >
> > --
> > Fabianne Balvedi
> > Linux User #286985
> > http://fabs.estudiolivre.org
> > "How many roads must a womyn walk down
> > Before you call her a womyn?"
> > _______________________________________________
> > PSL-Brasil mailing list
> > PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> > http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> > Regras da lista:
> > http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> >
> >
> >
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
>
>


--
Fabianne Balvedi
Linux User #286985
http://fabs.estudiolivre.org
"How many roads must a womyn walk down
Before you call her a womyn?"

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a