Não é sacanagem: É isso que faz com que GPL faça sentido pra muitas empresas.

Veja bem - se eu pego um programa qualquer e faço melhorias nele para meu uso, não há razão para que eu seja forçado a distribuí-las a quem se interessar. Se você não usa o programa - apenas vê os resultados dele, como é nosso caso aqui - não tem nem que pedir os fontes, nem os binários e nem nada mais. Pague o ingresso e assista o filme.


Com GPL eu posso decidir depois se vou ou não contribuir com minhas melhorias. Eu vou se o fato de eu tê-las e usá-las não for uma vantagem competitiva que compense o custo de eu manter esse fork (que vai continuar um fork até o dia em que meu código for aceito no projeto original). Se a vantagem for maior, eu fico com ele pra mim.

Se eu não tivesse essa opção, eu não colocaria um dedo em software GPL - eu optaria por basear meu trabalho em coisas com alguma licença BSD-like ou algo igualmente amigável ao desenvolvedor.

Eu já contribui com projetos GPL-like, mas o critério é sempre esse: contribuo se isso fizer sentido. Leia-se: Se eu ganhar mais pelo código ser público do que eu ganharia se ele não fosse.

Desculpas aos mais afoitos, mas eu só trabalho de graça quando eu quero.

Afinal, é meu trabalho que paga minhas contas.

Pablo Sánchez wrote:
É sacanagem? É, eu acho, mas fazer o que?

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a