Acho que o Miguel tomou demais as dores da Novell por conta do acordo
feito com a Microsoft. Um comentário na página dele me chamou a atenção:

"I have obviously not read the entire specification, and am biased
towards what I have seen in the spreadsheet angle. But considering that
it is impossible to implement a spreadsheet program based on ODF, am
convinced that the analysis done by those opposing OOXML is incredibly
shallow, the burden is on them to prove that ODF is "enough" to
implement from scratch alternative applications."

Afirmar que é impossível implementa um programa de planilha eletrônica
baseado em ODF é levar a argumentação um pouco longe demais. Não preciso
ir além do BrOffice.org Calc para refutar o argumento...

Para quem quer acompanhar a análise do OOXML e verificar se é
superficial ou não, basta acessar a página do Groklaw em
http://www.grokdoc.net/index.php/EOOXML_objections

Como disse o Rob Weir em seu blog, "isso não é uma especificação, é uma
seqüência de DNA", no caso a seqüência de DNA do MS-Office
(http://www.robweir.com/blog/2006/01/how-to-hire-guillaume-portes.html)

-- 
Roberto F. Salomon
Co-lead pt-BR l10n
http://www.broffice.org
http://www.openoffice.org

Attachment: smime.p7s
Description: S/MIME Cryptographic Signature

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a