Marcelo Mendes escreveu:
On 1/27/07, Olival Gomes Barboza Júnior <[EMAIL PROTECTED]> wrote:


...
Salvo engano, a GPL só exige ...
[ ]s,

Interessante. Já repararam que toda vez que falamos das condições em
que a GPL se aplica e de que forma, nunca nos referimos a ela com
certeza, sempre temos dúvida, por exemplo, "salvo engano", "não tenho
certeza, mas", "se não me falhe a memória", "acho que", isso só
acontece aqui?(Brasil) ou é um "fenômeno" mundial? :P

Trata-se de um instrumento jurídico escrito em inglês, baseado em conceitos e jurisprudência do direito autoral americano e do núcleo do tratado internacional de Berna. Faz sentido, portanto, sua observação em se tratando de comentários em português, no âmbito da cultura jurídica brasileira.

Doutra feita, trata-se de uma licença que está em uso há mais de quinze anos, juridicamente contestada no mundo todo apenas duas vezes (de que tenho notícia), ambas com sucesso nulo. Portanto, isso indica segurança em seguir a interpretação que os autores da licença (FSF) dão a ela.

Para alguma orientação nesse sentido em português, há artigos em www.fsf.org traduzidos ao português, ou, para a filosofia geral, a tradução de um recente discurso da principal cabeça jurídica por trás da GPL hoje, em http://www.cic.unb.br/docentes/pedro/trabs/moglen_pt.html
--
-------------------------------------------
prof. Pedro Antonio Dourado de Rezende /\
Computacao - Universidade de Brasilia /. \
tcp: Libertas quae digitos desiderat /____\
http://www.cic.unb.br/docentes/pedro/sd.htm
-------------------------------------------
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a