Pois é! Se a gente tivesse um software de contabilidade, ou de qualquer outra ação de administração pública já seria bom. Mas pelo que sei temos que desenvolver um produto...
No entanto o Expresso (correio catálogo, agenda e fluxo de trabalho) desenvolvido pela Celepar já está a disposição...
Tem outras soluções por aí já prontas...



Em 01/02/2007 às 17:14, "" <psl-brasil@listas.softwarelivre.org> escreveu:

Eu soube que a prefeitura de fortaleza iria comprar um sistema para
recursos humanos. E o pior a decisão parece que seria software proprietário
pois não acharam livre.
E eu conheço ainda muitas prefeitura que não tem sistema de contabilidade
na prefeitura. Ou elas tercerizam tudo ou o sistema não é muito legal.
Acho que estes sistemas se desenvolvidos em software livre poderiam ter um
futuro bem mais promissor pois não estariam atrelados a nenhuma empresa.
Abraços.

Marcus



|---------+------------------------------------------->
| | José Eduardo De Lucca |
| | <[EMAIL PROTECTED]> |
| | Enviado Por: |
| | [EMAIL PROTECTED]|
| | relivre.org |
| | |
| | |
| | 01/02/2007 13:57 |
| | Responder a Projeto Software |
| | Livre BRASIL |
| | |
|---------+------------------------------------------->
>-----------------------------------------------------------------------------------------------|
| |
| Para: Projeto Software Livre BRASIL |
| cc: |
| Assunto: Re: [PSL-Brasil] Editais devem ser alvo de software livre |
>-----------------------------------------------------------------------------------------------|





> Mas o de Luca está errado sobre as prefeituras pequenas. Todas tem
> folha de pagamento, contabilidade, controle de etoques, gestão de
> escolas, gestão e posto de saúde, tudo isso
Julian, MUITAS tem, mas muitas outras não tem nada disso. Quase-quase
não tem nem computador.
A realidade do Paraná talvez não seja a realidade do interior da Paraíba
(falo da Paraíba porque uma das instituições parceiras no viadigital é
de lá e tem uma boa penetração em prefeituras do lá do agreste (como
Patos, Piancó, Boqueirão, São Bento, Parari) que até tem computadores,
mas não têm sistemas de apoio à gestão.

Patos, por exemplo, é uma cidade de 100 mil habitantes (nem é pequena),
mas não tinha (até setembro - depois disso não sei) nenhuma empresa de
prestação de serviços de software (e fica a 4 horas de viagem de Campina
Grande, a maior cidade da região) - qdo a prefeitura tem um problema de
informática, tem que aguardar alguém ter uma vaga na agenda e se dispor
a viajar até lá (a cidade mais quente do Brasil, segundo dizem)...

Como disseste, escritórios de contabilidade fazem a festa, prestando
serviços de informática em que entregam relatórios impressos e coisas
assim, que não ajudam muito na formulação de políticas nem no
atendimento da população.

Exemplo das necessidades básicas: Numa das cidades aí de cima, por
exemplo, todo o controle de notas dos estudantes, cálculo de médias,
aprovação/reprovação e rematrícula das escolas municipais, por exemplo,
era feito _à_ _mão_.
Um sistema simples foi desenvolvido e está em testes (a funcionária
responsável pelo processo não poderia ter ficado mais feliz e
agradecida!) Em breve estará disponível no repositorio.viadigital.org.br
(o projeto já está registrado - chama-se ViaCOA - Controle Acadêmico).



> vinculado aos governos estaduais, federal e tribunais de contas. Mas
> se tem tudo isso quem está fazendo este serviço? Os escritórios de
> contabilidade e empresas de informática que vendem serviços com
> sistemas escritos há 10 ou 20 anos atrás, sistemas proprietários e...
> Ah. quando eu falo mala direta, esquçam propaganda chata. O que
> precisamos é de um bom cadastro sobre gestores públicos - secretários
> de administração e correlatos e gestores de TI (mailing qualificado).
> sabendo com quem falar você pode usar o telefone, carta, anúncio em
> revistas, jornais, rádio, tv, e-mail, sinal de fumaça, braile ou
> mímica. Já vi muito mudinho fechando negócio por aí.
Perfeito. É isso mesmo!

De Lucca
>
>
>
> Em 31/01/2007 às 19:48, "" <psl-brasil@listas.softwarelivre.org>
> escreveu:
>
> Você está correto sobre organização e profissionalismo, apenas
> quero deixar claro que não estava me referindo a malas-diretas.
> Estava apenas complementando minha contribuição anterior:
>
> "Estas são realmente muito boas novas. Espero que os Sebrae em
> outros estados sigam o exemplo do Sebrae SP."
>
> Aqui na minha cidade temos ações bastante sérias (e isso não é
> recente não) envolvendo software livre, políticas públicas e
> também contamos com um bom número de empresas e profissionais
> atuando de maneira bastante competente.
>
> Um forte abraço,
>
> On 1/31/07, *José Eduardo De Lucca* <[EMAIL PROTECTED]>
> > wrote:
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil





_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

--
Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antivírus e
acredita-se estar livre de perigo.



_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a