É um passo na direção certa.

Criticar com base no artigo do IDG é, na melhor das hipóteses, precipitado.

Se criticarmos demais, chega a MS, dá um troco na mão da instituição de ensino e coloca os produtos dela na grade. É isso que vocês querem?

Então, por favor, elogiem quem ensinar algum FLOSS nos seus cursos, mesmo que seja Mandriva ou Red Hat. Tudo bem que a criança enfiou o garfo no olho, mas, pelo menos, está tentando usar os talheres.

Marcelo D'Elia Branco wrote:
Em Qua, 2007-02-07 às 11:47 -0200, Ada Lemos escreveu:
Faculdades podem ter cursos de Linux da Mandriva Conectiva na grade

ué...faculdades ensinando uma marca de uma empresa?

isso é contraditório com nosso projeto.

entendo que os cursos devem ser genéricos sobre software livre...e nao
sobre um produto de SL de uma empresa especifica...seja ela empresa de
SL ou de SP.

Marcelo
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a