<http://www.convergenciadigital.com.br/ads/adclick.php?n=a18ac0e4>

Temos de estar atentos à estas questões anexas ao mundo do SL, tb.
Acredito q elas sejem bastante importantes. Poristo a estou postando aqui.
Espero estar contribuindo
Abs,
Ada
http://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=5940&sid=7

------------------------------


* Novo PPB exigirá um índice maior de nacionalização à indústria de TI *

*::* Ana Paula Lobo <[EMAIL PROTECTED]>
*::* Convergência Digital <http://www.convergenciadigital.com.br/> *::07/02/2007
*

O diretor de Informática da Abinee - Associação Brasileira da Indústria
Elétrica Eletrônica, Hugo Valério, acredita que as novas regras para a
concessão do Processo Produtivo Básico, que estão sendo finalizadas pelo
Governo, deverão contemplar um maior índice de nacionalização de componentes
na produção local de produtos de Informática.

A legislação do PPB "caducou" no dia 31 de dezembro. "Esperamos que até o
final deste mês, as novas regras estejam publicadas", reiterou o diretor da
Abinee. Ao ser questionado sobre as mudanças - as regras deverão ser
editadas separadamente para desktops, notebooks e servidores - Hugo Valério
disse que "será impossível agradar a 100%, mas acreditamos que o Governo irá
encontrar as saídas para atender a todos os pleitos apresentados", declarou.


O governo foi obrigado a arbitrar a questão por causa de posições distintas
apresentadas pela indústria de hardware e de componentes na mesa de
negociação. A imposição de um maior índice de nacionalização de componentes
significa que o fabricante local deverá comprar mais componentes, como
fontes, gabinetes e outros, produzidos no país.

Nesta quarta-feira, 07/02, a Abinee divulgou um estudo, contratado à
consultoria IT Data, sobre o mercado de PCs no Brasil em 2006. Para 2007,  a
expectativa é de que sejam vendidos 10 milhões de computadores.

O estudo mostrou ainda que o número de computadores vendidos com sistema
operacional em software livre foi de 1,5 milhão de unidades em 2006. A
partir desses dados, os PCS com software livre alcançaram a marca de 18% do
mercado total de computadores vendidos no país - 8,3 milhões, nos dados
apurados pela IT Data.

Ainda de acordo com o estudo, aos computadores produzidos conforme as
determinações do Programa "Computador para Todos" - com especificações de
hardware próprias e sistema operacional Linux - coube a fatia de 530 mil
unidades comercializadas. Na prática, o estudo mostra que o mercado
brasileiro de PCs cresceu 43%, principalmente em função da compra do
primeiro computador.

Em função das medidas de desoneração do Governo - a MP do Bem, que isentou o
pagamento do PIS/Cofins para os desktops até R4 2500,00 e notebooks, até R$
3000,00 - o Brasil registrou o melhor índice no combate à informalidade,
apurou ainda o estudo da Abinee. A pesquisa revelou que o mercado de
computadores ilegais representou 44,7% das vendas em 2006, o menor
percentual dos últimos nove anos. A última vez que se ficou na casa dos 40%
foi em 1997, quando o país registrou 48% de formalidade.
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a