On Thursday 01 March 2007 00:42, Cláudio Sampaio wrote:
> Vendo o sítio, realmente me parece que é OK isso - vender apenas o
> binário, pela sua dificuldade de compilar. 

Chamo a atenção para o fato de que não estão cobrnado peloa cessoao 
binṕario - oque a GPL permite (seria o caso de uma taxa a ser paga 
para que fosse permitido o download dessa versão), mas sim, cobrando 
uma taxa para permitir o uso do programa _depois_ que se teve acesso 
ao mesmo.
Isto é, estã impondo restrições ao uso do programa, oq ue não é 
permitido pela GPL.

De novo, não tenho muitas dúvidas quanto a estar ocorrendo uma 
violação ai - só não estaria ocorrendo se ele tivesse uma permissão 
de todos os contribuidores do software para distribui-lo sob uma 
licença que não a GPL.

O porpósito do e-mail para esta lista foi mais com intuito de 
formalizar uma ação. Não estou perguntando "será que pode isso?". Eu 
estou a par do que pode e o que não pode. 


> No entanto, eles não 
> podem proibir outras pessoas de oferecer o binário de graça (está é
> a graça da GPL).

SIm, não podem. Mas também não podem distribuir um programa com 
restrições se não tiverem os direitos mudar o licenciamento.

> (...)
> Mas de qualquer jeito, pra que usar o X-Chat? Nunca vi muito apelo
> pra esse cliente. Os bindings pra linguagem que ele tem são toscos,
> é difícil aprender scripts pra ele, ele não tem widgets gráficos
> nessas linguagens e nem tem muita disponibilidade de scripts e
> add-ons. Tem poucos recursos e até o mIRC (programa de IRC de
> Windows) o supera facilmente.
>

A questão não é essa. A questão é que está havendo uma violação d a 
licença. Por mim, poderia ser o x-eyes, em vez do xchat - o problema 
seria o mesmo.

        js
        -><-

> (...)
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a