Em 15/03/2007, às 16:33, Ricardo L. A. Banffy escreveu:

Mas eu também não gostei da referência ano Nicholas Carr como "IT is useless" porque ele nunca disse isso - ele apenas diz que, à medida em que todo mundo vai usando as mesmas tecnologias ou tecnologias com o mesmo grau de funcionalidade, fica muito difícil conseguir diferenciais competitivos duráveis com investimentos em TI.

De fato, ele não disse "IT is useless". Ele disse: "IT doesn't matter". Este é o título do famoso artigo publicado em 2003 na HBR onde ele disse o q vc colocou acima. Lembro q ele fez algumas concessões à hipótese original uns anos depois, pois, no final das contas, a questão não é ter vantagem com tecnologia q inevitavelmente vira uma commoditie, o lance é inovar no uso desta tecnologia padronizada para gerar vantagem competitiva. Infelizmente, não consegui achar o link para essa informação. Depois eu procuro com calma.

E, aliás, ele está coberto de razão.

Esse é um dos argumentos que eu uso para defender Python/Zope/Plone ou Rails contra coisas feitas com tecnologias estabelecidas como PHP, Java ou .NET - o fato de você fazer mais, mais rápido, por menos e conseguir fazê-lo ao longo de mais revisões do código pode tornar seus diferenciais mais duráveis e fazer com que seus competidores menos espertos gastem mais dinheiro para ter menos resultados.

Bom, segundo o Nick Carr, os CIOs *não* devem inovar. Devem ser seguidores, não líderes. Usar as plataformas citadas por vc seria "inovar" nesse contexto. Continuar com PHP, Java ou .Net seria ser um "seguidor", q é o conselho dele. Assim, no final vc acaba torcendo um pouco o espírito original dos artigos do sujeito ao defender Python/ Plone/RoR, pois para hj elas *não* são a "commoditie virtual" q o PHP/ Java/.Net representam.

Mas, acho q o papo começa a ficar muito off-topic . . .

Para voltar um pouco ao menos à questão do SL, acho q os argumentos dele sobre IT "comoditizada" acabam por beneficiar o SL pq estabelecem q investir em licenças para comprar softwares proprietários de infra-estrutura, como sistemas operacionais, bancos de dados, etc é jogar dinheiro fora e não traz vantagem aos negócios de nenhuma empresa. Mas, por outro lado, ele simplesmente nivela tudo por baixo. Pra ele GNU/Linux e MS Windows são a mesma coisa: pick your poison.

E voltando um pouco mais ao tópico original da msg, o Nick Carr tbém é um antigo crítico da wikipedia. Parte dos seus argumentos vão diretamente de encontro àqueles q defendem a produção "coletiva" por pessoas "comuns". Já fui lembrado várias vezes aqui sobre médicos e outros q não são profissionais de TI, mas q contribuíram fortemente para o desenvolvimento, por explo, da distribuição Debian. Para o Carr, isso é glorificar o amadorismo e desprezar o profissional. Curiosamente, parece q ele ignora os resultados deste tipo de iniciativa.

[ ]s,

olival.junior_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a