On 4/19/07, Antonio Fonseca <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

Eu concordo com o Ricardo, ainda não ficou claro para mim a razão para
esse aparente distanciamento entre BROffice.org e OpenOffice.org que
estamos provocando.

Infelizmente tem essa questão ridícula do problema com a marca no Brasil,
mas essa estória de nacionalismo não me convenceu. Me parece mais coerente
contribuir com o projeto original, com a tradução, com o reforço para
corretor gramatical, etc. Existe uma razão concreta para não fazê-lo? para
não compartilhar esse "trabalho fantástico" feito no Brasil?


Palpite meu: o pagamento de quem faz software livre é com ego, com
reconhecimento. Tendo um produto "diferente" (ainda que só na aparência) do
openoffice(*) faz o "pagamento" deles ser maior. Você pode ser chefe de
equipe do broffice(*), mas do openoffice é muito mais difícil porque é
internacional e tem mais gente competindo.

(*) Vamos parar com essa bobagem de openoffice "ponto org", broffice "ponto
org". O "ponto org" as pessoas associam a organizações, e
openoffice/broffice são o produto e não a organização.

[]s,

Patola
P.S.: O editor de equações do openoffice "sem ponto org" é o máximo!
Muitíssimo obrigado aos desenvolvedores.
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a