Omar Kaminski escreveu:
Se os dados "vazarem" de algum modo ("defeito técnico"?), quem iria se responsabilizar?


É a velha questão: como provar que essa versão é segura? Ou apenas pelo fato de ser em Software Livre a segurança está intrínseca? Acho que não é bem por aí...

Pelo fato do software ser livre, o que está intrínseco é sua auditabilidade. Segurança, até onde o entendimento leigo alcança, é algo que dela decorre.

A velha questão tem uma velha resposta: O sentimento de segurança em software inauditável é um ato de fé no fornecedor, enquanto em software auditável decorre da livre escolha de em quem confiar para auditá-lo.

Quando se compara sentimentos, entre o emanado de um ato de fé e o emanado da livre escolha em quem confiar, o que parece intrínseco é o potencial do primeiro ser mais vulnerável a engodos e/ou auto-enganos que o segundo.

Acho que é por aí.

Portanto é aconselhável que, em paralelo, essa questão seja melhor explorada.

[]s



--
-------------------------------------------
prof. Pedro Antonio Dourado de Rezende /\
Computacao - Universidade de Brasilia /__\
tcp: Libertatis quid superest digitis serva
http://www.cic.unb.br/docentes/pedro/sd.htm
-------------------------------------------
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a