Se existiu um comportamento ilegal e criminoso, deve ser divulgado e torcer
para que a justiça cumpra seu papel (podemos até precionar para que isso
ocorra). Mas eu comentei sobre a venda em si, e não sobre como foi feita e
nem quais métodos foram utilizados, afinal eu não sei como foi.

Não vejo motivo para não se falar na lista sobre o poder que o dinheiro tem,
devemos saber exatamento qual é esse poder para podermos lutar contra ele,
afinal, como foi demostrado por você, ele é um dos fatores que levam a
adoção de software proprietário.

On 4/21/07, Pedro A.D.Rezende <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

Jefferson Santos escreveu:
> A MS é uma empresa como outra qualquer, ela quer mais é ganhar dinheiro.
> Para isso faz lobby, convence e tal, os governos e outras empresas. Ela
> não fez nada de errado, só esta exercendo a função dela...

Ao exercer a "função dela" ela tem, sim, feito muita coisa errada, no
sentido objetivo das leis humanas. Sejam jurídicas ou morais. Há casos
de sobra transitados em julgado para demonstrar isso (vide
http://www.groklaw.net/staticpages/index.php?page=2005010107100653).

Essa padrão de comportamento, sobeja e reiteramente ilegal, pode ser
explicado pelo fato de conduta criminosa a ter compensado
economicamente, mesmo gerando condenação ou acordos pelos quais ela
indeniza para se livrar do processo e obter a destruição legal de
provas. Se não neste caso (não houve acusação formal nem julgamento),
certamente noutros (abra o link acima e vá lendo).

Entendo que alguns vêem aquilo que chamam de "leis econômicas" como uma
espécie de lei natural, mas nem todos. Leis naturais são divinas e as
econômicas, não. Quanto às leis humanas, quem voce acha que vai propor e
aprovar leis mais severas que poderiam mudar a situação dessa tal
"função"?

A título de exemplo, na semana passada circulou notícia de que
parlamentares da Flórida, ao proporem um projeto de lei semelhante ao de
Massachussetts, pela adoção de padrões abertos nos órgãos públicos do
estado, foram imediatamente contactados por lobbistas dessa empresa e
avisados de que, se não retirassem a proposta, poderiam encontrar
dificuldades para levantar contribuições para as próximas eleições.

Fazer apologia do poder do dinheiro nessa lista é impróprio quando esse
poder se choca, como indica ser o caso, com os valores da liberdade aqui
promovidos.


--
-------------------------------------------
prof. Pedro Antonio Dourado de Rezende /\
Computacao - Universidade de Brasilia /__\
tcp: Libertatis quid superest digitis serva
http://www.cic.unb.br/docentes/pedro/sd.htm
-------------------------------------------
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a