Aliás, pensando bem, ao não me retirar da lista de spam dele (apesar de minhas reiteradas solicitações), ele não está cometendo algum tipo de ilícito (algo que ele chamaria de INFOCRIME??!?! eh ehe eh)?
De Lucca

José Eduardo De Lucca escreveu:
Não sei como fui incluído na lista de spam do Senador Azeredo de MG (da qual já pedi para ser retirado inúmeras vezes... sem sucesso, claro), mas dessa vez, deu para ficar sabendo que o homem continua na cruzada do "infocrime" (vejam abaixo). Omar (e outros que acompanham esta trama), o negócio continua naquela base da proppsta anterior de burocratização e controle da internet?
De Lucca

-------- Mensagem original --------
Assunto:        PROPOSTA COMBATE INFOCRIMES
Data:   Thu, 3 May 2007 15:50:27 -0300
De:     Sen. Eduardo Brandao de Azeredo <[EMAIL PROTECTED]>
Para:   undisclosed-recipients:;

    *INFORMATIVO DO
    DIA * * *    * ** *     * * * *    * *   * ** ** *      *03 **/ 0 5  /2007  
*

        
*Edição Nº ** ** ** * * * *2* *2* */2007*
    *PROPOSTA DE COMBATE AOS CRIMES DE INFORMÁTICA AVANÇA NO SENADO*

    */Substitutivo de Eduardo Azeredo deve ser votado em breve pela
    Comissão de Constituição e Justiça; para Senador, legislação
    brasileira precisa enfrentar a escalada do infocrime/*

         A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado deve
    votar em breve a proposta do Senador Eduardo Azeredo que tipifica
    e prevê as penas para os crimes cometidos com o uso das
    tecnologias da informação. Em discurso, na quarta-feira (02), o
    Senador defendeu a rápida aprovação da matéria como forma de
    combate à violência e à criminalidade. "Trata-se de problema sério
    e que precisa ser enfrentado pela legislação brasileira. Essa
    questão não pode continuar sendo irresponsavelmente reduzida ao
    equivocadíssimo estigma de 'controle da internet'", alertou Azeredo.

        O Senador reforçou que a proposta não vai implicar censura,
    rastreamento, cerceamento da liberdade de expressão ou invasão de
    privacidade. "Vamos ampliar a legislação brasileira para que possa
    abranger esses novos delitos que surgiram com o avanço das
    tecnologias da informação. Trata-se, essencialmente, de combate ao
    crime", afirmou. O substitutivo de Azeredo aglutina três projetos
    de lei (76/2000, do senador Renan Calheiros, o 137/2000, do
    senador Leomar Quintanilha, e o 89/2003, do ex-deputado Luiz
    Paiuhylino) e já foi aprovado pela Comissão de Educação.


        TENTATIVAS DE FRAUDES PELA INTERNET CRESCEM 53%

         Em seu discurso de quarta-feira (02), o Senador Eduardo
    Azeredo citou alguns dados do Centro de Estudos, Resposta e
    Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (cert.br) que
    atestam a necessidade de aprovação da proposta que tipifica os
    crimes de informática. Segundo o cert.br, as tentativas de fraudes
    pela internet no Brasil cresceram 53% em 2006. Em 2005 foram
    registradas 27,3 mil tentativas de fraudes pela rede. No ano
    passado, foram 41,8 mil. Ao todo, o centro recebeu, em 2006,
    denúncias de 197 mil incidentes relacionados à internet. Alta de
    191% com relação a 2005.

        "Com esses números, o Brasil ficou na segunda colocação entre
    os 10 países com maior número de incidentes reportados,
    concentrando 21,2% das denúncias, atrás apenas dos Estados
    Unidos", acrescentou Azeredo. "A escalada dos infocrimes é
    surpreendente e acompanha a celeridade da evolução tecnológica: os
    incidentes foram 2.107 em 1999, passaram para 5.997, 12.301,
    25.092, 54,607, 75.722, sucessivamente, até mais que dobrar e
    chegar aos 197 mil do ano passado", concluiu.


    Não desejando receber mais o informativo, por favor clique aqui
    <mailto:[EMAIL 
PROTECTED]&subject=Cancelamento%21%21&body=Digite%20aqui%20o%20seu%20e-mail%21%21>.
    AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH (alguém acredita???!?!)
    Linha direta com o Senador: [EMAIL PROTECTED]
    <mailto:[EMAIL PROTECTED]>
    Clique aqui
    <http://www.senado.gov.br/web/senador/EduardoAzeredo/index.html>
    para acessar o site do parlamentar.

------------------------------------------------------------------------

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a