Legal, era isto mesmo que eu queria, criar polêmica na lista em relação ao
assunto GOOGLE, já que ele é o assunto do momento, algo que todos hoje estão
colocando como um Deus... ai eu coloco outra questão, eu me lembro que no
primeiro latinoware que teve patrocínio da Microsoft teve todo um auê que
era a Microsoft, software proprietário, o lado negro da força.

O Google esteve presente no FISL e ninguém disse nada. Claro existe toda uma
diferença enre a GOOGLE X Microsoft, a GOOGLE não ganha $ diretamente com os
softwares desenvolvidos, não com vendas de licença como a MS, por exemplo.

O que o Anauhac disse que eu concordo que você pode ganhar $ realmente com
os serviços obtidos com seu software liberando o fonte. Eu tb acredito.. e
concordo.

Ai eu coloco uma outra questão. Hoje falamos muito da MS, se hj a MS
resolvesse liberar os fontes, e participar ativamente da comunidade Sw
Livre, aceitando todos os preceitos. O que voces diriam.


Abs

Alessandra

On 5/10/07, Glauber Machado Rodrigues (Ananda) <[EMAIL PROTECTED]>
wrote:

On 5/10/07, Alexandre Oliva <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> A pergunta mais lógica seria, por que você NÃO liberaria?

Por que "Entre nós predominam os hábitos ruins e prejudiciais ". E
ninguém recrimina isso.

No sutra budista Agañña[1], que é uma versão budista do gênese, fala
assim:

(...)
" E depois que as trepadeiras haviam desaparecido, o arroz surgiu no
campo aberto, livre de pó e das cascas, perfumado e limpo. E aquilo
que eles colhiam para a janta amadurecia novamente na manhã seguinte e
aquilo que eles colhiam para o café da manhã amadurecia novamente à
noite, sem qualquer indício de colheita. "
(...)
"Agora, ocorreu a um daqueles seres que tinha a propensão pela
preguiça: "Bem, porque devo me preocupar em colher o arroz ao
anoitecer para o jantar e pela manhã para o café da manhã? Porque não
colho tudo de uma vez para ambas as refeições?" E assim ele fez. Então
um outro se aproximou dele dizendo: "Venha, vamos colher arroz." "Não
é necessário, meu amigo, eu já colhi arroz suficiente para ambas as
refeições." Então o outro seguindo o exemplo do primeiro, colheu de
cada vez arroz suficiente para dois dias, dizendo: "Isso deve ser o
suficiente." Então um outro veio dizendo para o segundo: "Venha, vamos
colher arroz." "Não é necessário, meu amigo, eu já colhi arroz
suficiente para dois dias" (o mesmo para 4, depois 8 dias). No
entanto, quando esses seres passaram a armazenar o arroz e viver
disso, o pó e as cascas começaram a envolver o arroz e onde o arroz
era colhido ele não mais crescia, e era possível notar onde havia
ocorrido a colheita, e o arroz passou a crescer em pencas isoladas."
(...)
" 'E então aqueles seres se reuniram lamentando: "Entre nós predominam
os hábitos ruins e prejudiciais : inicialmente nós éramos feitos de
mentalidade, alimentados pelo êxtase … (todos os eventos repetidos até
o último, sendo cada nova mudança atribuída aos 'hábitos ruins e
prejudiciais') … e o arroz passou a crescer em pencas isoladas. Então,
agora vamos dividir o arroz em áreas delimitadas." E assim eles
fizeram.

'Então, Vasettha, um ser com a natureza cobiçosa, enquanto tomava
conta do seu pedaço de terra, tomou um outro lote que não lhe havia
sido dado e desfrutou dos frutos desse lote. Devido a isso ele foi
agarrado e lhe disseram: "Você fez uma coisa maldosa, apoderando-se de
um lote de uma outra pessoa! Jamais faça isso outra vez!" "Eu não
farei," ele respondeu, mas ele fez a mesma coisa uma segunda e uma
terceira vez. E novamente ele foi agarrado e criticado e alguns o
golpearam com os punhos, alguns com pedras e outros com paus. E dessa
forma, Vasettha, o tomar aquilo que não foi dado, censura, mentira e
punição, tiveram a sua origem.

Então aqueles seres se reuniram e lamentaram o surgimento daquelas
coisas ruins entre eles: tomar aquilo que não foi dado, censura,
mentira e punição. E eles pensaram: "E se nós nomeássemos alguém que
mostrasse raiva quando a raiva fosse devida, censurasse aqueles que
devessem ser censurados e banisse aqueles que merecessem ser banidos!
E como recompensa nós lhe déssemos uma parcela do arroz." Assim eles
se aproximaram daquele que entre eles possuía os mais finos atributos,
o mais admirável, mais agradável e capaz, pedindo que fizesse aquilo
por eles em retribuição por uma parcela de arroz, e ele aceitou.

"A escolha do Povo" é o significado de Maha-Sammata, que foi o
primeiro título introduzido. "Senhor dos Campos" é o significado de
Khattiya, o segundo título. E "Ele satisfaz a todos com o Dhamma" é o
significado de Raja, o terceiro título a ser introduzido. Esta, então,
Vasettha é a origem da classe dos Khattiyas, de acordo com os títulos
ancestrais que lhes foram conferidos. Eles se originaram dentre estes
mesmos seres, tal como nós, sem diferenças e de acordo com o Dhamma,
não de outra forma."
(...)



Quem quiser dar uma olhada no texto completo:

[1] http://www.acessoaoinsight.net/sutta/DN27.php

--

A ignorância é um mecanismo que capacita um tomate a saber de tudo.


           "Que os fontes estejam com você..."

Glauber Machado Rodrigues
PSL-MA

jabber: [EMAIL PROTECTED]

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil




--
Alessandra Domingues
Business Intelligence
www.ausland.com.br
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a