On 5/16/07, Alexandre Oliva <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
On May 15, 2007, "Fabianne Balvedi" <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> "(...) Biotrophic parasites cannot survive in a dead host and
> therefore keep their hosts alive.

Ao contrário dos agentes patológicos não são simbiontes, que causam
tanto malefício ao hospedeiro que acabam por matá-lo.


Então, é desse tipo de parasita que eu estou falando...


> Não é necessário agir contra o hospedeiro para caracterizar
> parasitismo. Basta se aproveitar dele.

*É* necessário, pois essa é justamente a diferença entre o parasitismo
e o comensalismo.  Todos os exemplos que você citou envolvem algum
tipo de malefício para o hospedeiro.


Encontrei vários textos que citam o comensalismo também é um tipo de
parasitismo... até a simbiose como um parasitismo:

"Simbiontes podem ser considerados o grau mais evoluído do parasitismo
pois, além de beneficiarem-se da interação com o hospedeiro, favorecem
sua sobrevivência."

www.cnpa.embrapa.br/publicacoes/2006/DOC156.pdf

O engraçado é que parece estamos fazendo com a
palavra parasita o mesmo que se faz com a palavra hacker,
usando ela apenas na sua aplicação negativa.
Só que são tantas as fontes que já estou confusa.

Mais engraçado ainda é, se for ficar no comensalismo, imaginar o
movimento do software livre com um tubarão e os peixinhos que ficam em
volta comendo seus restos com as empresas fechadas.

Mas enfim, se considerarmos mesmo como parasita apenas quem prejudica
seu hospedeiro, olhe a colocação abaixo, retirada deste texto aqui:

http://www.lainsignia.org/2004/agosto/ecol_004.htm

"Em certos casos, a assimetria do parasitismo deixa de ser evidente,
mesmo porque o objetivo do parasita não é matar seu hospedeiro, mas
sim se aproveitar dele."

Então aí vem o que o Glauber falou:

"Imaginem um mundo onde você diga para as pessoas "Ah, você vai
compartilhar e isso é fazer o bem" e elas respondem "o que? não não
não, compartilhar é ruim para a economia e para nós, compartilhar é
errado. Se compartilharmos não teremos isso e aquilo. Os cientistas,
as pesquisas, todo mundo já provou que compartilhar é uma coisa ruim".
Tu é doido, ia ficar muito difícil viver."

E você respondeu:

"De fato :-)"

Aí eu queria saber se essa afirmação
foi para dizer que :

* de fato não compartilhar é prejudicial à sociedade como um todo e,
consequentemente, ao movimento do software livre;

ou

* de fato você é doido?  :o)


abs,
//fabs
--
Fabianne Balvedi
Linux User #286985
http://fabs.estudiolivre.org
"se a Globo quer minha música,
que libere a sua novela."
Giuliano Djahjah
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a