Ada Lemos escreveu:
> Caros,
> 
> O PL não entrou como segundo ítem da pauta, por que será???
> Esta seria a sua posição a partir da pauta semana passada.
> Se não houver votação pra inversão de pauta e ou outra manobra,
> com a confusão presumida que vai ser amanhã, talvez não quorum,
> o PL em sexto lugar, mesmo duma agenda mais leve, poderá ficar de novo
> de fóra.
> Repito: Era pro PL estar na segunda posição e não em sexta, o que será??

Alguns paralelos...

Quando o PLS 172/03 tramitou pela CCJ da Câmara, em agosto e setembro de
2003, ele pulava da 37a. posição para a 1a. no meio da reunião, ou vice
versa, ou de dentro para fora da pauta, ou de fora para dentro da pauta
de reunião extraordinária convocada na véspera, para uma 6a. à noite,
comunicada apenas a alguns deputados. Tudo isso dependendo se quem
poderia pedir vistas estava, ou estaria, presente ou não na reunião.

O relator era o próprio presidente da CCJ da Câmara, que o abocanhou
quando lá chegou (o mesmo que depois foi candidato "do governo" para
presidente da câmara). O autor era o Azeredo, do Senado, onde o PL foi
votado sem nenhuma audiência pública, apesar de um abaixo-assinado de
professores pedindo audiência ter sido entregue em mãos ao relator.

Na câmara ele havia chegado sem votação no plenário do Senado, quando um
pedido de votação nominal foi cancelado no momento em que seria votado,
quando o então presidente do senado, José Sarney, leu um fax que alegava
ter recebido com quatro pedidos de retirada de assinatura no pedido de
votação nominal (ninguém conferiu).

E na câmara o PL foi finalmente votado, por acordo de lideranças, em
urgência urgentíssima e com fraude na tramitação, tendo dormido na
secretaria da Comissão de Ciência e Tecnologia e acordado na secretaria
da mesa do plenário, na noite de 27 para 28/09/07. E sancionado pelo
presidente da república uma hora depois de votado.

E o que dizia o projeto PLS 172/03?

Ah, já ia me esquecendo. Depois de sancionado, virou lei que extinguiu o
último recurso do eleitor comum para fiscalizar a correta apuração do
seu voto em eleições oficiais. Eu, sinceramente, não gosto desse
picadeiro (onde nada mais me espanta): estou nele porque me botaram.
ref: http://www.brunazo.eng.br/voto-e/textos/PLazeredo.htm

O senador Pedro Simon me prometeu hoje à noite que vai pedir vistas
nesse projeto atual do Azeredo, mas o que isso representa eu não sei.

> SERYS pediu e saiu da Comissão de Ética, portanto deverá estar na CCJ.
> Mais uma pra ser entendida, embora ela já de há tempo não vinha querendo
> ser membro de CPIs.
> Beijão,
> Ada


-- 
-------------------------------------------
prof. Pedro Antonio Dourado de Rezende /\
Computacao - Universidade de Brasilia /__\
tcp: Libertatis quid superest digitis serva
http://www.cic.unb.br/docentes/pedro/sd.htm
-------------------------------------------
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a