Timaço mesmo
Vamos ver "se" os líderes os referendam e os banquem para a audiencia
pública
Esta foi a sugestão da SERYS, que não pode comparecer na sessão porque teve
de presidir, no plenário do senado, sessão sobre meio ambiente contando com
a presença da ministra Marina.
A reporter do Terra não ficou nos trabalhos até ao seu final, ela viu
somente uma parte, não o todo.
Parece que outros reporteres tb não estiveram todo o tempo na sessão.
surpreendentemente Senador Gilvam Borges do Amapá ficou a favor do debate
Walter Pinheiro do PMDB MS tb, assim como Ignácio Arruda PCdo B do Ceará.
Jefferson Peres do Amazonas, Pedro Simon, Aloísio Mercadante, Serys, é
claro, ACM acabou ficando a favor, mas inventou esta de passar a bola pro
colégio de líderes. Eduardo Suplicy tb é a favor, mas esteve na comissão de
ética e no plenário com Serys e Marina. Está faltado. Foi muito melhor do
que a encomenda. Mercadante fez uma super defesa apaixonada de mais debates,
estudos e quatais, assim como Inácio Arruda.
Ideli, tb uma surpreza, preferiu atender as solicitações de AZEREDO e
insistiu na votação
Como uma conjuntura política diferente az coisas.
Claro que os senadores q se pronunciaram contra a votação de qqr jeito, o
fizeram por fé e medo de errarem. EX Jefferson Peres. Teve um que não me
lembro quem, é este o nome q falta, chegou a dizer que nada entendia do que
estava no PL e não poderia votar assim.
Infelizmente, a Agência Senado não cobriu esta sessão da CCJ que teve tb na
pauta e foi votado as modificações da lei 8666 das licitações e tb
modificações na seguranças de veículos automotivos.
Pena q a TV, Rádio Senado, jornalistas não cobriram os trabalhos.
Vou ter de pegar a transcrição da sessão pra fazer um mini relatório e
publicar.
O que saiu na imprensa carece de mais informações e mais precisão
Não posso deixar de dar parabéns ao Pedro Resende por ter acionado Pedro
Simon que foi quem pediu a audiência, mais estudos e debates, e pediu
vistas.
Ah tb Welligton Salgado, suplente de Hélio costa tb é a favor de mais
estudos e debates., aliás o consutor jurídico do Minicom é contra o
relatório do Azeredo como está, assim como seu ministro. Pena a Ideli ter
ficado, no fim, a favor de argumentos do Azeredo que foi falar com ela, lhe
fazer apelo, qdo ela estava na Comissão de Ética e ela o acatou, palavras
dela.
Abs,
Ada
Abs,
Ada

Em 30/05/07, [EMAIL PROTECTED] <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:

Sérgio Amadeu, representante da comunidade Software Livre;
Renato Martini, diretor do Instituto Nacional de Tecnologia da
Informação; Sérgio Rosa, diretor do Serpro; ; Omar
Kaminski, do Comitê Gestor da Internet


Timaço hein? :D


Em 30/05/07, Alexandre Pesserl<[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
> []s
>
> A.
>
> ---
>
> http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI1654264-EI7896,00.html
>
> Internet: projeto deve voltar para pauta em agosto
>
> O substitutivo do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) que trata de
> crimes praticados na Internet só deve voltar para a pauta da Comissão
> de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado em agosto. Durante a reunião
> desta quarta-feira, o presidente da comissão, Antonio Carlos Magalhães
> (Democratas-BA), concedeu vista coletiva para a matéria e definiu que
> ela só voltará para a pauta após uma audiência pública que discuta o
> assunto.
>
> A data do debate, no entanto, só será marcada na próxima semana.
> Assim, com a dificuldade de reunir todos os participantes do encontro
> e com o recesso em julho, o substitutivo só deve ser votado em agosto.
>
> O requerimento para a audiência pública debater a matéria foi
> apresentado pela senadora Serys Slhessarenko (PT-MT). Nele, a petista
> pede que Sérgio Amadeu, representante da comunidade Software Livre;
> Renato Martini, diretor do Instituto Nacional de Tecnologia da
> Informação; Sérgio Rosa, diretor do Serpro; Thiago Tavares, presidente
> da ONG Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos; Omar
> Kaminski, do Comitê Gestor da Internet; Ércio Zilli, presidente da
> Associação Brasileira de Telefonia Celular; e Jair Scalco, presidente
> da Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços,
> participem da audiência.
>
> Para a realização do debate, a senadora alega que ainda há muita
> controvérsia sobre a matéria, que só poderia ser minimizada por amplo
> debate. "Além disso, há aspectos apresentados pelos projetos que estão
> trazendo incertezas quanto à própria evolução de tecnologias, ou seja,
> há mecanismos em desenvolvimento que utilizam a rede mundial de
> computadores como uma de suas ferramentas principais e que podem ter
> sua viabilidade comprometida com a adoção da proposição em epígrafe",
> diz ela no requerimento.
>
> "A realização de audiências públicas seria salutar ao debate, podendo
> nos levar a um entendimento maior com relação ao assunto,
> principalmente pelas inúmeras críticas que têm sido feitas aos
> projetos", completa.
>
> Redação Terra
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a