Reproduzo abaixo, com uma traduçao-nas-coxas, o manifesto de Alberto
Barrinuevo com orientaçoes e tentativas de esclarecimentos junto aos
membros dos países que irao determimar se aceitam ou nao o formato
secreto da Microsoft como padrao internacional. No caso do Brasil, temos
que tentar incidir ao máximo nos membros na ABNT.

abraços

Marcelo
---------------------------------------------------
                                De: 
Alberto Barrionuevo
<[EMAIL PROTECTED]>

Oi Fulano de Tal (contato autoridade em cada País),

Como conheces desde a FFII e EstándaresAbiertos.org estou trabalhando na
matéria dos padrões (estandares intenacionais) e mais concretamente de
padrões abertos, que são os que pode usar o software livre.

 Bem pois neste aspecto não sei se estais a par da importante votação
que se está produzindo na organização internacional de estandardização
ISO/IEC onde está atualmente submetido a consulta entre seus países
membros se o formato documentário de Microsoft competidor de
OpenDocument (o usado por todo o software livre e o resto do mercado),
deve ser ou não regular ISO.

A DATA-A limite de voto é o 2 de setembro, mas geralmente há que
tramitar manifestaçoes com maior antecedência. Obviamente, todos da
comunidade mundial de software livre estamos tentando evitar que se
estandarizem, e precisamente, é por isso que precisamos vossa
colaboração, pois é importante que PaisX "ou membros" de ISO e membro
pleno de IEC, ***VOTE NA CONTRA*** da proposta de (falso padrão de
Microsoft em ISO DIS 29500.

Caso consigamos que assim seja, ISO 26300, OpenDocument (o formato usado
por OpenOffice entre outros muitos), ficará como único padrão oficial e
bem como referência mundial à hora de interoperar com documentação
burocrática.

Assim, peço-te que me ponhas em contato com os responsáveis de
representar a PaísX em IEC e em ISO para explicar-lhes que passos tem
que seguir para votarem  contra o Microsoft OOXML (é importante que
emitam uns comentários técnicos que já temos preparados).

Informo que é esta web que estamos "recheando" pouco a pouco com as
razões pelas que se deve recusar o falso estandar que Microsoft propôs a
ISO 

http://www.openxml.info 

Agradeço-vos de antemão a ajuda, creio que também será muito benéfica
para PaísX e seu projeto de independência tecnológica.

Não se pode ser independente quando teus documentos só  podem  ser lidos
e escritos com um programa de um monopólio estrangeiro.

Uma saudação afetuosa, Alberto Barrinuevo

PD: também estamos procurando os votos de Venezuela e Equador, bem como
de outros países caribenhos como Jamaica, Costa Rica, Panamá, Santa
Lucía e Trinidad e Tobago.







_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a