On 8/1/07, Olival Gomes Barboza Júnior <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> Indo um pouco mais longe, há uns anos atrás uma dupla fez um estudo
> acadêmico sobre isso e chegou a uma teoria q dizia q a qtd de colaboradores
> q usam, submetem bugs, etc costuma ser no mínimo uma ordem de grandeza maior
> do q a qtd de "core developers".
>
> Agora, de onde eles tiraram q existir uma "organização" em projetos de FLOSS
> é um problema, não faço idéia...

É como se eles quisessem que milhares de macacos datilografando
aleatoriament em máquinas de escrever pudessem escrever obras
literárias sem que ninguém as revisassem para saber se valem mesmo
alguma coisa.

É claro que isto é possível[1] com uma quantidade infinita de macacos
e máquinas de escrever e uma boa estrutura =D

referências.

[1] http://www.ietf.org/rfc/rfc2795.txt

-- 
Opções desconhecidas do gcc:
  gcc --bend-finger=padre_quevedo
O que faz:
  dobra o dedo do Padre Quevedo durante a execução do código compilado.

Não uso termos em latim, mas poderia:
http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Latin_phrases_(full)

A ignorância é um mecanismo que capacita um tomate a saber de tudo.


           "Que os fontes estejam com você..."

Glauber Machado Rodrigues
PSL-MA

jabber: [EMAIL PROTECTED]
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a