É difícil. O MTE é importante demais pra RH.Lá está o FAT usado em
capacitação com programas de peso, então fazer-se acordo com a MS é dose e
complicado, ainda mais porque tem lá, mesmo que inativo, comitê para tratar
de capacitação em informática e adjascências, do qual faço parte, Djalma
Valois, Antenor, IBM, Sun, a própria MS, etc.
Exigi assento ao SL e ganhei vaga. Antenor, faz muito pouco tempo, me pediu
pra cutucar o ministério pra gente voltar a se reunir. Qdo vimos, a notícia
desgraçada chegou. Fizeram tudo à revelia do comitê existente.Portanto,
temos um forum oficial no MTE pra tratar do assunto, mas que não tem
reunido.E assim vamos, cada ministério, agindo do seu jeito. Vai dai que
acho sério demais a reunião do comitê de SL no dia 5 tocar os assuntos do SL
com mais determinação pró. Esta será, peloamordedeus, a primeira reunião do
comitê este ano.Desse jeito, ministro deste governo fica a vontade demais
pra fazer o que lhe aprouver, desdizendo com seus atos concretos, um
programa de governo que deveria ser cumprido, sobretudo "se" contasse com
sinalizações mais fortes.
Tô cansada de fazer campanhas carregando pianos de calda inteira, mal
estamos saindo do NÃO ao oomxl. Prefiro, sinceramente, fazer esforço maior
pra dentro do governo em áreas de decisões como o  Gab Civil e por lá já
ando conversando, da presdência onde temos um ÁS como o Cezar Alvarez, do
que qqr coisa outra.A Fazenda tá indo bem melhor e ainda tem o Mazoni no
Serpro, q conta com gente de peso como o Deivi, o Gustavo, meu conterrâneo
excelente, e outros.
Prefiro mesmo fazer campanha pra dentro e não pra fora. Prefiro ver a DIRTI
da presidência trabalhando mais com o SL e para atuar bem, de acordo com o
respeito mútuo, estou conversando com o novo diretor, muito por e-mail, e
menos pessoalmente, mas ontem estive com ele e gostei de sua atitude em
poder dar espaço ao SL a mais.No gab mesmo da Dilma iniciei conversas sobre
ela como presidente do e-gov.
Tem as questões a serem tocadas no congresso Nacional, mas frentes não
surtem mais efeito. São tantas e tais que só pouquíssimas agem e fazem o seu
papel. No mais é forfait.
Mas, um ato mais mandatório deste governo, orientações a mais aos ministros,
cobranças do cumprimento da orientação, conversas permanentes com ministro,
to nessa, aliás to nessa mesmo porque estou fazendo o diálogo. Esta semana,
de novo, até gozei muito o Ministro da Cidade por ele ter mandado embora o
Diego. Mas, já estamos combinado de nos encontrar na próxima semana pra
conversar a sério sobre trabalhos.Ele está aberto.
Falei pra ele:
- Como vc vai cuidar do seu PAC sem uma base daquelas de TI em SL?????
Quem poderia lhe dar esta base vc mandou embora, trocou quem sabe das coisas
pra quem não sabe, não vê valor estratégico.E dou risada porque ele queria
resgatar o Diego q já é do Planejamento.Cola bem porque verdadeiro o
argumento e porque ele me conhece há anos e está preocupado em fazer um bom
trabalho.
Campanha faço pra dentro do governo. Vcs que façam pra fóra.
Mas, acho que se o governo pegar o touro pela unha, iremos de bem a melhor.
Precisamos de mais Cezar Alvarez que põe a cara, se expõe e faz acontecer.
Abs,
Ada

Em 23/08/07, Marcelo D'Elia Branco <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
>
>  Alexandre,
>
> Concordo contigo, a comunidade brasileira nao pode deixar esses
> "traficantes tecnológicos" agirem sem que façamos um grande protesto na rede
> tentando reverter este acordo.
>
> Isto contraria a política internacional do governo do Presidente Lula
> (OMPI e Cúpulas da Sociedade da Informaçao), e a política de inclusao
> digital dirigida pela Presidência da República.
> Contraria uma política educacional plural e construtivista.
> Contraria os interesses de soberania de nosso país.
> É um programa de colonizaçao tecnológica
>
> Temos que iniciar uma grande campanha unitária, de todas as organizaçoes
> interessadas, chamando o governo a romper o acordo vergonhoso com a
> Microsoft.
>
> estou neste luta com a FSFLA
>
> abraços
>
> Marcelo Branco
>
>
>
>
> Em Qua, 2007-08-22 às 22:12 -0300, Alexandre Oliva escreveu:
>
> Sabe aquele poema http://en.wikipedia.org/wiki/First_they_came...
>   Primeiro vieram atrás dos XXX  e eu não fiz nada,  porque eu não era XXX.
>   Depois vieram atrás dos YYY  e eu não fiz nada,  porque eu não era YYY.
>   ...
>   Por fim, vieram atrás de mim  e aí já não havia ninguém mais  que pudesse 
> fazer alguma coisa.
>
> Sabe aquele pacto da Microsoft com o Ministério da Economia do Chile?
>   http://fsfla.org/svnwiki/blogs/lxo/2007-07-31-ms-chile
>
> A comunidade do Chile se mexeu, a FSFLA está agindo (ainda que não deforma 
> publicamente visível, devo dizer), mas, até onde pudemos ver, oBrasil 
> pouquíssimo fez.
> Bom...  E agora, que é com a gente?
>   http://www.oxigenio.org.br/a_noticias_detalhes.asp?cod_noticias=165  
> http://www.oxigenio.org.br/a_noticias_detalhes.asp?cod_noticias=168
> O acordo com o Ministério do Trabalho no Brasil é muito semelhante aum dos 
> pontos do acordo no Chile: adestramento de professores e alunosde um programa 
> profissionalizante (Programa Primeiro Emprego) no usoda plataforma 
> monopolista da Microsoft.  Inclusão digital no sentidoproctológico da palavra 
> :-/
>
> Diz uma das 
> notícias:http://www.oxigenio.org.br/a_noticias_detalhes.asp?cod_noticias=164
>   a multinacional investirá R$ 4 milhões no prazo de um ano
>   O acordo assinado ontem vai fornecer a ONGs, sob o chapéu do  Programa 
> Nacional de Estímulo ao Primeiro Emprego (PNPE), condições  de qualificar 980 
> mil jovens.  O PNPE, a partir de agora com o nome  ProJovem, deverá dispor, 
> em 2008, de orçamento entre R$ 450 milhões  e R$ 500 milhões
> Tipo assim (em referência ao slogan da ONG Oxigênio), a Microsoftplanta uma 
> semente de R$4 reais por aluno, a sociedade entra comoutros R$450-R$500, e a 
> Microsoft colhe sozinha os frutos da extensãodo monopólio e da dependência 
> tecnológica a longo prazo?
> Será que a gente consegue pressionar as ONGs e o governo para exigiros R$4mi 
> em espécie, ao invés de em material de adestramento que jáexiste pronto e 
> licenças de software que de fato nada custam, prapoder investir em 
> capacitação de verdade, ao invés de colocar arreiose viseiras nos professores 
> e estudantes, sem falar nos estribos praMicrosoft subir e montar neles?
> http://www.fsfla.org/svnwiki/blogs/lxo/2007-08-22-ms-brasil.pt.html
> _______________________________________________PSL-Brasil mailing [EMAIL 
> PROTECTED]://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasilRegras da 
> lista: 
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> !DSPAM:46ccdef3289311040188466!
>
>   --
> Marcelo D'Elia Branco
>
> Campus Party Brasil
> http://web7.campus-party.org/
> De 11 à 17 de Fevereiro de 2008
> Bienal do Ibirapuera- Sao Paulo
> Http://marcelo.softwarelivre.org
> Meu Blog
>
>
> *A Internet não é uma rede de computadores, é uma rede de pessoas*
>
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a