Efetivamente a questião da colaboração é uma chave em a adopção no futuro do 
OOXML ou ODF e do OOo ou MS-Office.

Nesta há muitos jogadores além, muitos muito grandes. Só algums:

1) A Microsoft com os seus produtos não muito bom (comparados com os outros): 
o set MS-Office + Active Directory + SharePoint + Exchange + Windows + 
Internet Explorer + IIS (+além do Dynamics). Nenhum de issos produtos é 
substituível. Você tem que usar sempre Microsoft para obtener a integração.

2) A IBM com os seus produtos, muito melhores em materia de colaboração, o 
antigo Filenet + Lotus Notes + WorkPlace (baseado no OOo) ou OOo + maiormente 
Linux como servidor. Nota: Filenet é arquivo, colaboração, gestião 
documental, workflow e muito mais. Istos produtos são multi-plataforma.

3) A EMC com os seus produtos, também muito melhores que os da Microsoft em 
materia de colaboração, Documentum + EMC Centera. Documentum é semelhante á o 
Filenet da IBM. Istos produtos são multi-plataforma.

4) A OpenText com os seus produtos Livelink e IXOS que som muito semelhantes a 
Documentum e Filenet, mais que contam com uma melhor integração com o ERP 
SAP. Istos produtos são multi-plataforma.

5) O Alfresco, a alternativa livre e feita por antigos caros da Documentum. 
Integrable com tuda a infra-estructura livre, mas temos muito trabalho a 
frente ainda, maiormente em integração e em arquivo massivo.

E algums mais que não lembro agora...

Abçs,
   Alberto.

PD: he trabalhado mais de dez anos em materia de gestião documental e 
colaboração, conhozco bem esse mercado...


El Sábado, 25 de Agosto de 2007 04:33, Olival Júnior escribió:
> Ufa escreveu:
> > A receita abriu pregão eletrônico para compra de 21 milhões de reais
> > em licença de Office2007.
> > Essa posição oficial e formal é necessária para tentar parar isso :(
>
> A posição da ABNT representa apenas o voto do Brasil na questão do Fast
> Track. A definição da ISO, se não me engano, será apenas no mês q vem.
> Até lá, o OOXML ainda é um potencial candidato às bençãos da entidade.
>
> Aliás, q eu lembre a ABNT mesmo não definiu nada sobre padrões de
> documentos para escritório. Ou o ODF é tão padrão ABNT qto é ISO?
>
> Além disso, de cara a SRF pode alegar q:
>
> (a) o q interessa a ela é a compatibilidade plena com o formato de seus
> documentos existentes, o legado ".doc", q é o padrão "de fato".
>
> (b) não há *nada* na legislação brasileira q a obrigue a seguir um
> padrão ISO ou ABNT qto a **documentos de escritório**. Ou estou enganado?
>
> (c) e, o mais perigoso em minha opinião, q eles têm algum projeto
> super-ultra-duper de workflow/colaboração usando as características de
> DRM (q, neste caso, não é exatamente "maléfica") do Office 2007 (q
> dependem totalmente de um ambiente de rede MS) para tocar algum processo
> de trabalho crítico. De preferência, algo envolvendo a integração com a
> Previdência.
>
> Pra mim, o item (c) é o mais perigoso pq é onde a MS começou a colocar
> suas fichas desde a época do Office 2003. Como mesmo os usuários das
> versões anteriores do MS Office não viam motivos para fazer o upgrade,
> ela começou a reposicionar o produto como um pacote de colaboração, não
> um simples pacote de automação de escritórios, com direito a uma
> segurança mais "avançada" nos seus documentos (q teriam ACLs, sendo
> portanto inteligentes para saber quem poderia ou não ler seu conteúdo -
> essa é a DRM "benigna" q eu citei). Obviamente, isso depende do Active
> Directory para ser implementado (bem como outros produtos, como o
> SharePoint, etc).
>
> Como essa é uma questão onde não dá pra tirar o MS Office e colocar um
> OpenOffice.org sem ter de construir do zero toda a funcionalidade (e
> acredito q vc não tem isso hj no OO.o e nem há previsão para esse tipo
> de coisa), fica fácil demonstrar q: (1) eles precisam das licenças; e q
> (2) seria anti-econômico substituir isso pelo OO.o, por explo. Aqui a MS
> entra na concorrência com a Adobe, a antiga Keyflow (acho q mudou de
> nome), enfim, esses caras experts em workflow "light" e q vendem o peixe
> de "documentos inteligentes".
>
> Curiosamente, acho q não faz dois meses q saiu naquele TI&Governo q o
> TCU (q é quem vai julgar se essas licitações estão ok ou não em algum
> momento) estava conduzindo um piloto de workflow/digitalização de
> formulários usando o MS Office 2007 . . . E já ouvi na
> "internet-corredor" q não é só ele q anda fazendo isso . . .
>
> Enfim, tentar impugnar alguma coisa usando essa posição da ABNT pode até
> fazer barulho, mas - IMHO - vai fazer água rapidinho. Se for pra
> realmente fazer barulho E obter sucesso, acho q tem de rolar algo mais,
> digamos, consistente.
>
> [ ]s,
>
> olival.junior
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a