Para contribuir um pouco com o debate...

A fome e Licenças Microsoft

Hoje no Brasil não há duvidas que existe fome. Muita fome. E nós nos deparamos todos os dias com essa realidade brasileira. Eu pelo menos me deparo todos os momentos. Quando levo minha filha na escola, quando vou ao cinema, quando vou numa festa... Enfim muitas vezes por dia passamos por momentos onde algum ser huamano passa fome.

Diante dessa relalidade o Governo Federal, Estaduais e Municipais, elaboram projetos para diminuir a fome em nosso país.

De acordo com Demonstrativo - Resumo Bolsa Família por UF de Julho/2006 o governo federal atendeu 11.120.353 famílias no país e para isso, gastou R$ 683.130.503,00.

No dia 30/08, a Receita federal irá gastar R$ 40.898.480,00 em licenças de software proprietário. Essa decisão não tem nenhuma justificativa plausível. Pelo menos não li nenhuma, porque a receita federal ainda não deu. A Associação software livre já pediu esclarecimentos, mas estes ainda não vieram. A comunidade BR Office já mandou documento comparando funcionalidades do BR Office e Microsoft Office onde fica evidente que BR Office satisfaz todas as necessidades da Receita assim como as inúmeras esferas governamentais que já usam BR office, veja material publicado pela Associação Software Livre: http://www.softwarelivre.org/news/9827

Está decisão tem inúmeras consequências. E nos apresenta algumas qestões. Com esses 40 milhões que serão entregues a Microsoft, uma das empresas mais lucrativas do planeta, o governo federal poderia atender aproximadamente 1 milhão de pessoas por um ano no programa bolsa família.

Qual deve ser nossas prioridades? Porque devemos aceitar a doação de recursos públicos para empresas multinacinais ou ao invés disso usar software livre?, Porque não economizar 40 milhões que podem atender pessoas que passam fome as quais encontramos todos os momentos de nossas vidas? Porque não desenvolver tecnologia nacional? Porque não apoiar o desenvolvimento de conhecimento no país? Porque não democratizar as tecnologias?

Nós precisamos rever nossas prioridade. Agora é a Receita Federal que está prestes a tomar uma decisão que é nociva ao País, mas ontem foi o Ministério do Trabalho, amanhã será outro órgão governamental.

Acredito muito que as pessoas que tanto no Ministério do Trabalho como na Receita Federal também se preocupam com as pessoas tão atingidas por esses nosso atual sistema tão predatório a vida humana, mas acho que talvez essas pessoas não tenham se dado conta que suas ações podem ajudar a melhor a vida de milhões de pessoas, ou não. Isso depende das decisões. Se a decisão for desfavorecer pelo menos um pouco as grandes empresas, poderá sobrar algus milhões para combater a fome em nosso País. Se a decisão for de continuar alimentando os cofres da Microsft vamos ter de conviver com pedidos de esmola nas esquinas, e em todos os momentos de nossas vidas.

Por isso, peço para as pessoas que tomam essas decisões que pensem mais em suas ações e que tenham consciência de que suas decisões podem sim ajudar mais pessoas a ter um pouco mais de dignidade.

Fica aqui um pedido, porque ainda acredito na humanidade.

Everton Rodrigues
Movimento Software Livre

-------------------------------------------------------------
Associacao Software Livre.Org - http://www.softwarelivre.org/

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a