Fabs,

Estou com vcs e não abro. Como posso ajudar???
Abs,
Ada

Em 03/09/07, Fabianne Balvedi <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
>
> Oi Ricardo,
>
> O encontro será de 6 a 9 de setembro,
> a confirmação de participação era só pra quem
> vai ficar no espaço direto e dormir por lá.
>
> Haverá streaming para permitir a participação remota
> também, em breve divulgarei o canal por aqui.
>
> att.,
> //fabs
>
>
>
> On 9/3/07, Ricardo Filipo <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> >
> >  [image: Mito-Lógica] <http://www.mitologica.com.br/>
> >
> > Oi, Fabs.
> >
> > Desculpa, mas só não entendi qual será o dia da reunião e como faço pra
> > participar.
> > No site diz que será na semana do dia 7 de setembro (que dia?) e que o
> > prazo pra confirmar presença seria até dia 23 de agosto.
> >
> > Mas conta conosco! Vamos acertar os ponteiros do EL.
> >
> > Abração!
> >
> > Cordialmente,
> > Ricardo Filipo
> > Mito-Lógica design e soluções de comunicação
> > [EMAIL PROTECTED]
> > (11)3722-3110
> >
> > Fabianne Balvedi wrote:
> >
> > http://estudiolivre.org/ManifestoEstudioLivre
> >
> >
> > Agosto de 2007
> >
> >
> > "A estranha fluidez do anarquismo se reflete na sua atitude em relação
> > à organização. Os anarquistas não rejeitam a organização, mas nenhum
> > deles procura dar-lhe uma continuidade artificial. O importante é a
> > sobrevivência da própria atitude libertária." George Woodcock
> >
> >  Basicamente fundamentado no desenvolvimento de mídias livres, o
> > Estúdio Livre chega, três anos após as primeiras pessoas se reunirem
> > em comunidade sob este nome, a um momento crucial na sua existência.
> >
> >  Durante sua trajetória vários foram os parceiros que, sinergizando
> > com os ideais propostos pelo grupo, ajudaram a constituí-lo como uma
> > das maiores referências para pesquisa, desenvolvimento e produção
> > multimídia com ferramentas livres no Brasil.
> >
> >  Dentre todos os parceiros o Ministério da Cultura foi, sem dúvidas, o
> > maior até o momento. Sendo um movimento tão próximo à proposta de
> > trabalho da Ação Cultura Digital do Programa Cultura Viva, rapidamente
> > a idéia foi incorporada ao projeto. O encontro entre o discurso do
> > Ministro Gilberto Gil e a comunidade do Estúdio Livre foi essencial
> > para que hoje o Brasil seja reconhecido como uma das maiores
> > referências mundiais na luta pela quebra de velhos paradigmas
> > relativos à propriedade intelectual, software livre e por uma cultura
> > livre/libertária. Paralelamente, esta parceria também proporcionou um
> > maior contato com as comunidades por todo o país, gerando uma
> > diversidade de material e de opiniões acerca do conceito de mídia
> > livre.
> >
> >  Visando a manutenção, continuidade e ampliação de todo o trabalho
> > realizado até hoje, propomos uma reestruturação conceitual e prática,
> > perante o momento que vivemos.
> >
> >  O momento:
> >
> >  Hoje, dentro da chamada "comunidade" do Estúdio Livre, vivemos uma
> > divergência radical entre seus componentes. Desenvolvimento,
> > manutenção, parcerias, futuro e tecnologias utilizadas, são assuntos
> > que já foram, de alguma forma, consenso e atualmente apenas agravam a
> > distância de caminhos entre pessoas de um grupo que é,
> > majoritariamente, formado por pessoas estão ou já estiveram envolvidas
> > diretamente com a Ação Cultura Digital do MinC, principalmente em seu
> > desenvolvimento, o HackLab.
> >
> >  Entretanto, o contrato destxs pesquisadorxs, que tanto
> > desenvolvimento proporcionou para o site do Estúdio Livre, chega a seu
> > fim. E é neste momento que este manifesto pela liberdade do Estúdio
> > Livre surge com um pedido para que [EMAIL PROTECTED] @s envolvidos revejam 
> > as
> > origens e pensem em seu futuro como um projeto sem fins lucrativos.
> >
> >  Não estamos fechando as portas aos Pontos de Cultura, tampouco à
> > eventuais financiadores. Mas temos o desejo de ver como o Estúdio
> > Livre caminhando de forma independente e isso significa a ausência de
> > apoio financeiro, como ponto fundamental para colaboradores e
> > colaboradoras. Hoje todo o desenvolvimento é feito pelos pesquisadores
> > contratados pela Cultura Digital/MINC.
> >
> >  É possível que o serviço piore? Talvez. Mas queremos justamente sair
> > da relação de prestadores de serviço e de fato construir uma
> > comunidade de pessoas interessadas na produção de mídias livres.
> >
> >  Vivemos hoje, dentro do Estúdio Livre, uma "sociedade" artificial, na
> > qual alguns problemas são latentes e necessitam ser cuidadosamente
> > trabalhados. As tomadas de decisões do grupo contam com a inércia de
> > muitos, o que, artificialmente, cria uma máscara autoritária. Porém,
> > as formas como algumas decisões são tomadas e a falta de clareza em
> > alguns casos as tornam, às vezes, realmente autoritárias.
> >
> >  A falta de uma gestão colaborativa nos empurra para o labirinto de
> > uma "ditadura revolucionária".
> >
> >  A proposta:
> >
> >  Desejamos que as relações mútuas sejam regidas não por leis,
> > autoridades ou fatores financeiros e mercadológicos, mas por mútua
> > concordância dos interesses.
> >
> >  Sendo assim, como forma de reestruturação deste coletivo, propomos:
> >
> >  1 – Não aceitação de financiamentos em nome da comunidade que mantém
> > o Estúdio Livre, EstudioLivre.org, estudiolivre ou qualquer variação
> > do nome, até que se desenvolvam políticas de distribuição e
> > descentralização das verbas adquridas em nome do coletivo;
> >
> >  2 – Total ausência de parcerias que envolvam a comunidade que mantém
> > o Estúdio Livre, EstudioLivre.org, estudiolivre ou qualquer variação
> > do nome, até que seja desenvolvido um processo gestor de parcerias;
> >
> >
> >  3 – A criação de uma lista de conselho editorial focada em afinar o
> > conceito de mídias livres e aberta à participação das pessoas que
> > estiverem interessadas na manutenção do conteúdo do portal de forma
> > voluntária e autônoma, com moderação atenta à participações:
> >
> >  3.1 - O processo de ingresso se dará através de um email de
> > apresentação enviado à lista pelx interessadx, que será inicialmente
> > moderado;
> >  3.2 - A diversidade de opiniões é bem vinda desde que solidamente
> >
> > argumentada e defendida com maturidade e bom senso;
> >  3.3 - A permanência nesta lista exigirá participação ativa, boa
> > conduta, clareza e ética. Quem descumprir estas condições terá suas
> > ações, ou a ausência delas, questionadas pelo grupo e, eventualmente,
> >
> > poderá até ser convidadx a se retirar;
> >
> >  4 – Manutenção da atual lista de discussão voltada para o debate
> > sobre a produção multimídia em software livre, com moderação atenta
> > para flames e spams;
> >
> >  5 – Que a pauta principal do próximo encontro presencial da
> >
> > comunidade seja focada no início destes processos acima citados:
> >
> >
> >
> > http://estudiolivre.org/tiki-index.php?page=EncontroEstudioLivre2007
> >
> >
> >
> >   ------------------------------
> >
> > _______________________________________________
> > PSL-Brasil mailing list
> > PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> > http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> > Regras da lista: 
> > http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> >
> >
> >
> > _______________________________________________
> > PSL-Brasil mailing list
> > PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> > http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> > Regras da lista:
> > http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> >
> >
>
>
>
> --
> Fabianne Balvedi
> GNU User #286985
> http://fabs.estudiolivre.org
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>

<<inline: top.jpg>>

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a