[EMAIL PROTECTED],

Gostei muito deste tópico, pois aborda o tema da minha dissertação, que é A
Burocracia (marxista) as tecnologias da Informação e Comunicação: a
experiência do SL, a partir de 2003.


> 1. F13 é um dos oasis do ceará em sl que, a meu ver, não recebe a
> merecida valorização porque cobra um preço justo pelos serviços. O Erlon
> é um super lider e ajuda mais do que o 1 real para comunidade. Acho que
> mais que 100 reais :).


No CE  ainda possui um grupo deste  pior é no Maranhão que as iniciativas
são tão desarticuladas, até mesmo na UFMA.

2. As Universidades estão (a meu ver) engatinhando mas ainda não
> conseguiram (a meu ver) levar a contento para comunidade as
> contribuições devidas.


Concordo plenamente, porém têm pessoas que não acreditam, acham que é coisa
momentânea.


> 3. Reflexo disso é que a prefeitura de fortaleza muitas vezes sofre para
> implantar sl
>
Falta de mão de obra é muito ruim, pois até eu mesma, por não ser tão
especialista, mas acreditar  no SL, as vezes peno para resolver alguns
probleminhas, que eu mesma causo, querendo configurar algumas coisinhas no
meu laptop. Sem problema até o fim do ano vou fazer o curso preparatório do
LPI1, a prova já não garanto... mas se me sentir segura eu faço.



Anahuac escreveu:
> > Concordo. O ponto chave é que "O terceiro mundo" ainda não está
> > preparado para o conhecimento livre, a educação e a auto-suficiência
> > educacional. Infelizmente continuamos a nos submeter aos grandes
> > métodos globalizados que tendem ao enriquecimento dos políticos e
> > especialmente aos fornecedores históricos de tudo.
> +1 esse era o meu ponto. só esse mesmo :).


Continuamos dependentes, é  o que ocorre com países periféricos

>
> > Concordo plenamente, mas esse "incentivo" não pode ser baseado na
> > gratuidade ou no voluntariado da comunidade e sim de uma política
> > pública. Vide os tigres asiáticos.
> +1 é verdade. Verba o governo tem e muito e já gasta muito mas...
> ...não sei se falta foco, ou qualidade no atendimento (cursos ruins com
> professores despreparados), ou direção da verba (não fomenta
> desenvolvimento e participação em comunidade), temos que transformar as
> interrogações em exclamações e colocar em prática ações. Já peguei
> professor dando aula que só tinha visto Linux 1 mês antes de começar a
> ensinar.


Também já vi professor e empresas nesta situação, porém falta é
regulamentação de uma política pública para TIC, não só para o SL. Muitos
pessoas alegam que se regulamentarmos vamos engessar a TIC, porém alguém já
ouviu falar de algum programa de governo que não possua a regulamentação do
Estado funcionando?

>
> > A comunidade é o canivete, ou melhor, é a colônia de formigas lutando
> > contra os elefantes, como eu sempre disse na palestra "Complexo de
> > formiga"
> A palestra complexo de formigas é show. Pena que não tenha em DVD se não
> eu iria passar para os meus alunos sempre que pudesse. Você tem um link
> com essa palestra?


Também gostaria de ver esta palestra.

Na minha dissertação defendo que o setor público deve usar o SL, pela sua
confiabilidade, robustez, auditabilidade, desenvolvimento intelectual do
país e por fim pelo custo, pois o dinheiro público é nosso, são os nossos
impostos.
O que é difícil é mudar o status quo, dos trabalhadores e empresas. Quanto
ao setor privado (não abordo), é opção de cada empresa, falta é
esclarecimento para melhores escolhas.

Bom feriado a [EMAIL PROTECTED]

-- 
Claudia Archer
Projeto Software Livre Maranhão - PSLMA
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a