Interessante.
Em oturas palavras - a microsoft diz "ok, vamos ampliar as condições 
de interoperabilidade. Nós passamos apra vocês uma lista de coisas 
que vocês nãopodem fazer nasua implementação, e nós usamos nos 
protocolos.A propósito - essa lista de coisas que vocês não podem 
fazer é secreta e vocês não podem mostrar pra ninguém"

Sou só eu que percebo assim  ou a situação só piorou?

        js
        -><-


On Sunday 23 December 2007 08:31, Alberto Barrionuevo wrote:
> O acordo (confidencial pois é um NDA) não contém o licençamento das
> patentes necessárias para implementar os interfaces nos mercados do
> são legais (EEUU, Australia, Nova Zelanda, etc.)
>
> Só contém uma lista das patentes que a Microsoft dize que não devem
> ser infringidas e o seu compromisso pelo que só demandará baseado
> em issas patentes da lista. Também contém un processo para ampliar
> a lista em qualquer momento com novas patentes.
>
> Samba dize que vai a programar de uma forma que não vai a infringir
> as patentes, mais geralmente é muito complicado ou incluso
> impossível. O problema é que se Samba infringe uma patente,
> Microsoft vai a demandar ás distribuções comerciales de Linux
> (porque Samba não é comercial e Microsoft prometeu não demandar ás
> entidades não comerciales).
>
> Na FFII estamos muito preocupados ainda por issas patentes sobre
> interoperabilidade.
>
> Infelizmente não temos acceso a issa lista para poder-las estudiar.
>
> Felizes festas e um ano cheio de libertades para todos,
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a