Em 16/01/08, Fernanda G Weiden <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
>
> A idéia da cessão de direitos é uma forma para fazer a ASL lucrar com
> a venda dos DVDs, e conseguir fazer o FISL continuar acontecendo. A
> cada ano que passa, isso fica mais difícil.
> Se eu concordo com os termos? Não necessariamente, mas eu entendo o
> rational atrás dele, e ficaria muito feliz se alguém soubesse como
> resolver essa equacão de forma que pudessemos distribuir o
> conhecimento compartilhado lá da forma mais livre, e ao mesmo tempo
> viabilizasse a continuidade do evento, o que vem sendo um desafio.


Desde que milito no movimento escuto falar de que é preciso encontrar um
modelo de negócio diferente do que  é praticado no mundo do Software
Proprietário, que é o de comercializar licença e receber royalties, para que
o Software Livre possa  se tornar algo que possa gerar renda para os autores
e para o país. Estranho tanto tempo depois ver que regredimos muito, pois
além de não conseguir esse modelo diferente para o Software Livre estamos
importando o modelo de comercialização do conhecimento do mundo
proprietário, a ponto de "lucrar com a venda dos DVDs" para financiar um
evento como o FISL.

Desde lá apareceram alternativas, como Freedows e UniteLinux, mas todas
imitavam de alguma forma o modelo tradicional. Será que não é hora de tentar
resolver isso? Tentar fazer com que algo licenciado sob a GPL possa gerar
renda sem precisar comercializar licenças e royalties?
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a