Não foi grosso, relaxa. ;-)

Cara, eu atualmente contrato baseado em um teste prático, servindo o
currículo apenas como base para ver a experiência da pessoa, mas quem
define mesmo é o teste prático.

Ainda assim, sou a favor da regulamentação. Sei muito bem o quanto de
gente boa que tem por aí sem "qualificação" atestada por uma
instituição de ensino.

Ainda assim, me diga: se nós sem diplomas somos tão bons assim, porque
nos recusamos a fazer uma faculdade? Qual é o problema em fazê-la? E
lembrando ainda, que a redação da lei lá diz apenas Analistas com
curso superior, todo o restante pede-se apenas curso técnico
(geralmente 1 ano a 1 ano e meio de estudo).

Então, qual é o problema em parar para estudar? O que está incomodando
tanto em estudar assim que mobiliza meio mundo em dizer que é contra?

Sou contra a criação do Conselho, mas não sou contra a regulamentação.

Ah, e outra: Administração tem Conselho, e não é "elitizado".

Em 07/03/08, Roberto Parente<[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
> Essa discussão é muito interessante, mas acho que um tanto contraditória
> dentro de uma comunidade de Software Livre (regularmentação != Liberdade).
>
> Pablo, talvez o Steven Jobs e Bill Gates nunca tenham programado, mas
> podemos falar a mesma coisa de um garoto chamado Marcelo Tosati? Coitado ia
> ficar desempregado por aqui...
>
> Estou próximo a me formar (final do ano) e sempre fui contra essa nojeira de
> regularmentação... Vou tentar explicar...
>
> Quanto aos medicos, advogados, engenheiros e etc... Vamos lembrar um pouco
> de história (explica até o doutor que alguns "acham ruim" porque não são
> chamados)
>
> Perguntem aos seus parentes mais velho quais eram as profissões elitizadas
> antigamente (hoje ainda?). A resposta será bem simples: Médico, engenheiro
> ou advogado. Basta olharmos para os políticos de tempos atrás (hoje ainda?),
> pois eram profissões que davam mais status social. Agora pergunto: Como
> fariam essas pessoas para ganharem mais dinheiro? Simples e fácil,
> regularmenta! (ainda com a falácia de benefício social, mas as grandes redes
> vivem falando coisas assim né?), pois só quem cursa faculdade de direito,
> medicina e engenharia são as elites, então vamos ter garatia de reserva de
> mercado para uma pequena parcela da população. Agora a pergunta é: Só porque
> somos profissionais da computação vamos querer fazer essa mesma reserva para
> "os iluminados" com diplomas? Desculpa, mas eu como militante desse negoço
> maluco chamado "Software Livre" acho um crime defenderem isso.
>
> Posso parecer um pouco grosso quando falo, mas acredito que a
> regularmentação é simplesmente um aval para a incompetência dos formados que
> não conseguem entrar no mercado de trabalho.
>
> Se as empresas preferem selecionar um cara em vez de você, só tenho 2 coisas
> a falar:
>    1º: Problema da empresa que pode sofrer com a contratação desqualificada.
>     2º: Ta na hora de se dedicar a saber em vez de apenas pensar em ter
> diploma, pois o cara é melhor que você!
>
> Porém acho que a discussão é necessária e benéfica :-)
>
> Abração,
> Roberto Parente
>
>
> _______________________________________________
>  PSL-Brasil mailing list
>  PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>  Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a