Em 08/03/08, Fernanda G Weiden<[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
> Em 08/03/08, Pablo Sánchez<[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
>  > Em 08/03/08, Pablo Sánchez<[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
>  >  E novamente, o reforço: não estou atacando a GPL, mas apenas o fato de
>  >  que ela é uma regulamentação (consequencia de outra? ok, mas ainda
>  >  asism é uma regulamentação).
>
>  Nao é regulamento de forma alguma, licenciamento está nas mãos de quem
>  escreve um pedaćo deo código.

... ai ai... continua sem entender: cada um licencia como quer,
verdade, a menos que vc derive, aí, a GPL vira regulamentação, e eu
sou obrigado a manter o licenciamento e manter aberto, e etc etc
etc... de boa, essa discussão já tive com vários, e te garanto que não
vou conseguir fazer vc entender meu ponto. Ou me falta a capacidade de
explicar, ou falta a abertura da pessoa em entender, tanto faz, a
questão é que é como eu querer te converter ao budismo vc sendo
crente, ou outra religião: tem coisa, que nem vale à pena tentar.

> Se você não gosta da GPL, vá usar BSD,
>  Apache ou seja lá o que escolher.

Se for MEU código, sim, posso escolher. Agora, se for código dos
outros, não posso, exceto se for uma BSD da vida, aí, posso até
colocar na minha pilha TCP/IP e fechar o fonte (como a MS fez com a
pilha dos BSDs ao colocá-la nos NTs... mas isso faz tanto tempo...)

> Eu sou profissional de Computacão,

Yeee! Boa parte aqui é. E isso é bom.

>  mas não quero me formar em computacao e não tenho o direito de
>  escolher mais nada. A não ser que eu não queira mais atuar na minha
>  área

hã... não tem direito de escolher mais nada? meio extenso demais isso,
não acha? Mais nada o q? Carreira? Não entendi, sério, porque, até
onde eu saiba, sempre se pode escolher, mas toda a escolha tem seu
preço, a questão é estar disposto a pagar (só que aí já ficamos
filosóficos demais, e não vamos chegar a lugar nenhum). Só queria
esclarecer: não pode escolher mais nad ao q? Considerando que sua
assinatura está como Speaker (porta voz) acho que isso já é uma
escolha relativamente fora da computação. Então, escolhas sempre temos
(senão, para que diabos as eleições?), a questão é como as encaramos.

Por favor, me explica só um pouco mais a fundo este ponto, porque
realmente eu fiquei confuso.

>  É como forcar todo software ser GPL.

? Acha que forçar todo mundo a estudar é como forçar todo o software a
ser GPL? É bem diferente na verdade. A pessoa pode estudar o que
quiser, e se especializar como quiser, e fazer a carreira que quiser.
Já GPL, uma vez GPL, sempre GPL.. Assim como não existe apenas o curso
de Análise (há vários interligados) não há apenas GPL. Você apenas
está colocando que para ser analista tem que atender a X critérios,
assim como a FSLA coloca que para ser livre tem que atender a Y
critérios, desqualificando praticamente todo o resto que não for
GPL...

A GPL é uma regulamentação, e vcs a usam como base para definir que um
Software é Livre e outro é apenas aberto (como vcs fizeram com BSD).
Então porque não podemos ter uma regulamentação que defina quem pode
ser profissional da área enquanto outros podem no máximo serem
"usuários avançados" (termozinho odiável esse, e comparação
provocativa, eu sei, mas veja que estou apenas pegando emprestado o
que vcs fazem e criando uma analogia).

Um abc
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a